Duas companhias universitárias estreiam no circuito profissional

Eugène Ionesco e Matéi Visniec são levados para o palco

A Palavra Progresso na Boca de Minha Mãe Soava Terrivelmente Falsa. Vencedora do Festu, a Multifoco Companhia de Teatro encerra a ocupação no Espaço Cultural Municipal Sergio Porto com o texto do romeno Matéi Visniec sobre o retorno de uma família à sua casa no pós-guerra. Direção de Ricardo Rocha (100min). 18 anos. Espaço Cultural Municipal Sergio Porto. Rua Humaitá, 163, Humaitá. Sábado a segunda, 20h30. R$ 30,00. Até o dia 28. 

› rINOCERONTEs (foto). Assinada pelo Coletivo Errante, criado na Universidade Federal do Rio de Janeiro, a montagem é baseada na obra de Eugène Ionesco e trata sobre a latente temática da manipulação de informações. Direção de Luiza Rangel (80min). 14 anos. Teatro Dulcina. Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro. Quarta a domingo, 19h. R$ 20,00. Até 3 de junho. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s