Dez programas imperdíveis neste fim de semana

VEJA RIO selecionou dez atrações para deixar seu fim de semana mais animado. Destaque para show de Nascimento Nascimento, no Vivo Rio, neste fim de semana

Milton Nascimento

Milton Nascimento

Milton Nascimento (Nathalia Pacheco/Divulgação)

Ava Nhey Pyru Yvy Renhoi foi o nome de batismo guarani que Milton Nascimento recebeu, em 2010, de 37 lideranças de nações guarani-caiová. Significa Semente da Terra, título da turnê que o músico carioca de alma mineira iniciou no ano passado e que celebra seus 75 anos. A questão indígena permeia o repertório de cunho político que repassa sua carreira e reúne suas muitas lutas. Estão lá composições como O Cio da Terra, Canção do Sal, Travessia e Coração de Estudante. A procura por ingressos (esgotados para a primeira data) levou à abertura de uma sessão extra no domingo (27). Vivo Rio. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo. Sábado (26, esgotado), 21h; domingo (27), 20h. R$ 250,00 (setor 1 e camarote B) 
e R$ 320,00 (setor vip e camarote A).

Badi Assad

Badi Assad: livro e show

Badi Assad: livro e show (Edu Pimenta/Divulgação)

Cantora, violonista e compositora, com carreira consolidada na Europa e nos Estados Unidos, Badi Assad acumula agora mais um ofício: o de escritora. Seu livro de estreia, Volta ao Mundo em 80 Artistas, que traz crônicas sobre personagens da música que ela admira ou com quem cruzou nesses 26 anos de estrada, inspira e batiza seu novo show. Canções autorais e releituras recentes de seus quatorze discos, baseadas nesse universo literário, costuram a apresentação, que conta com a participação dos cantores Ney Matogrosso e Lucina, ambos contemplados em capítulos do livro. Projeções de Tatiana Travisani acompanham a trilha sonora. Sala Baden Powell. Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, Copacabana. Sábado (26), 20h. R$ 80,00.

Lorenzo Thompson

Lorenzo Thompson: blues na Gamboa

Lorenzo Thompson: blues na Gamboa (Christoph Kiehas/Divulgação)

Nascido no Delta do Mississippi e criado em Chicago, o bluesman americano Lorenzo Thompson solta o vozeirão no Mississippi Delta Blues Bar, braço carioca da casa de Caxias do Sul, que organiza o principal festival do gênero no país. Em suas contagiantes apresentações, o músico costuma incluir composições de Muddy Waters, Stevie Wonder e Otis Redding. Mississippi Delta Blues Bar. Rua Pedro Ernesto, 89, Gamboa, ☎ 2510-6061. Sábado (26), 22h. R$ 45,00 (antecipado) e R$ 55,00 (na hora, somente dinheiro).

Romeu e Julieta

 (Felipe Panfili/Divulgação)

 Romeu e Julieta. O repertório de Marisa Monte embala uma das mais conhecidas histórias de amor do planeta: a obra-prima de Shakespeare virou um musical nas mãos do diretor Guilherme Leme Garcia. Bárbara Sut e Thiago Machado(foto), os protagonistas, ganham no palco a bem-vinda companhia de Ícaro Silva e Stella Maria Rodrigues (120min). 12 anos. Rua do Passeio, 40, Cinelândia. Sexta, 20h; sábado, 16h e 20h; domingo, 18h. R$ 50,00 a R$ 160,00. Até domingo (27).

Mordidas

 (Cristina Granato/Divulgação)

Mordidas. Ana Beatriz Nogueira, Zélia Duncan, Regina Braga e Luciana Braga (foto) estrelam texto do argentino Gonzalo Demaria sobre contradições da sociedade atual (70min). 12 anos. Teatro Fashion Mall. Estrada da Gávea, 899, São Conrado. Sexta e sábado, 21h; domingo, 19h30. R$ 70,00 a R$ 80,00. Até domingo (27).

MUNDOMUDO

 (Jorge Etecheber/Divulgação)

MUNDOMUDO. Inspirada no pós-guerra da obra de Samuel Beckett, a peça sem diálogos sobre dois palhaços decadentes é dirigida por Georgette Fadel (80min). 14 anos. Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro. Sexta a domingo, 19h.
Grátis. Até domingo (27). 

Vítor Mizael

 (Raquel Silva/Divulgação)

Vítor Mizael. Representações da fauna e da flora brasileiras, em desenhos, esculturas e instalações, compõem o acervo de Terra em Chamas, montado para inspirar a reflexão sobre as relações humanas. Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 24 de junho.

 (Analivia/Divulgação)

Em sua primeira exposição no Rio, a artista paulistana Analívia Cordeiro leva ao Museu de Arte Moderna Chutes Inesquecíveis. A mostra reúne desenhos e esculturas desenvolvidos com base na captação virtual de três chutes históricos: um voleio (inspiração para Materialização do Olhar II, na foto) e uma bicicleta realizados por Pelé em 1968 e o golpe yokogueri kekome, executado pelo mestre das artes marciais — e estrela do cinema — Bruce Lee em 1960. MAM. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo. Terça a sexta, 12h às 18h; sábado e domingo, 11h às 18h. Grátis. Até 22 de julho. Abertura no sábado (26), 15h.

Sergio Larrain

 (Sergio Larrain/Divulgação)

Durante uma viagem por Europa e Oriente Médio, o chileno Sergio Larrain (1931-2012) decidiu abandonar a faculdade de engenharia ambiental e atuar como fotógrafo freelancer. O primeiro trabalho mais consistente, na revista carioca O Cruzeiro Internacional, aguçou seu interesse pelo fotojornalismo e pavimentou o caminho para que se tornasse membro da prestigiada agência Magnum. O começo da carreira, as viagens internacionais e o olhar amadurecido de volta à terra natal são alguns temas abordados em Sergio Larrain: um Retângulo na Mão, retrospectiva que já correu o mundo. Curiosidade: sua obra inspirou o trabalho dos escritores Julio Cortázar e Pablo Neruda. Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 9 de setembro.

Barulhinho, Barulhão

 (Nina Jacobi/Divulgação)

No domingo (27), a partir das 15h, o Oi Casa Grande recebe Barulhinho, Barulhão, do Grupo Tiquequê. No show, Bel Tatil, Diana Tatil e Wem (foto) interpretam cantigas e clássicos do repertório infantil, a exemplo de Adoleta e Pirulito que Bate-Bate. Estrela de um canal virtual que ultrapassou a marca de 9 milhões de visualizações, o trio também assina composições inéditas. O acompanhamento ao vivo fica aos cuidados de Rodrigo Fujikawa, na bateria, e Eric Brandão, desdobrando-se em
cena no violão, na guitarra e no baixo — Wem também lhes dá uma força, tocando guitarra e violão (50min). Rec. a partir de 1 ano. Oi Casa Grande. Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon. Domingo (27), 15h. R$ 60,00 a R$ 120,00.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s