Descuidou da alimentação no Carnaval? Saiba como se recuperar

Veja dicas de como evitar sintomas comuns, como azia e dor de cabeça

A intensa programação de cinco dias de festa chegou ao fim. Assim como os cariocas, de norte a sul do país, milhares de foliões aproveitaram um dos maiores eventos populares do Brasil para curtir blocos de rua, trios elétricos, praias e muito mais. Mas a saída da rotina para uma parte dessas pessoas nem sempre acaba muito bem.

Alguns foliões se descuidam durante a festa e terminam com azia e dores de cabeça. A falta de hidratação correta, sono reparador e alimentação adequada são agentes causadores desses sintomas. “É muito importante manter o equilíbrio e evitar excessos durante dias intensos de festa”, afirma Ana Santoro, gerente médica da GSK Brasil.

Se você não sabe de onde vêm sua azia e dor de cabeça, listamos as causas mais frequentes e o que fazer para evitá-las. Afinal, se a noite foi boa, o dia seguinte também tem que ser. Veja abaixo:

Evite café e bebidas carbonatadas

A acidez dos refrigerantes pode gerar desconforto no sistema gástrico e até mesmo dor de cabeça. Já o café provoca irritação da mucosa do esôfago e aumenta a secreção estomacal, o que pode causar azia. Além disso, caso essas bebidas sejam consumidas com o estômago vazio, é possível que causem dores. “Nesse momento, a ingestão de alimentos que contenham cafeína, por exemplo, pode desencadear os sintomas gastrointestinais”, explica Ana.

Coma a cada três horas

Ficar longos períodos sem comer provoca o acúmulo de ácido gástrico no estômago, o que causa refluxo que irrita o esôfago. O aconselhado é comer a cada três horas para manter o sistema digestivo funcionando corretamente. “Geralmente, os sintomas gastrointestinais estão presentes antes e durante o aparecimento da dor de cabeça”, ressalta a doutora. “Muitos acham que comer de madrugada ajuda a combater o mal-estar da azia, mas isso é um mito. O importante é fazer refeições leves e manter a hidratação do organismo”, explica.

Evite alguns alimentos

O aspartame pode potencializar os efeitos da azia e da dor de cabeça. O adoçante possui fenilalanina, se converte em uma amina vasoativa, ou seja, substância que possui efeito vascular no organismo, o que provoca dor. Embutidos, repolho e queijos maturados também contêm amina e devem ser evitados.

Faça refeições leves

Após o Carnaval, continue com uma alimentação rica em carboidratos, com frutas e pães integrais, sucos, saladas e água de coco. “Muitos acham que comidas ricas em gordura ajudam a retardar o efeito do álcool, mas é um mito, pois sobrecarregam o organismo”, afirma Ana.

Trate os sintomas

Além de evitarem os agentes causadores, antiácidos e analgésicos podem ser usados caso os incômodos apareçam. Inclusive, há alguns específicos para esses sintomas associados – azia mais dor de cabeça. “Caso a dor de cabeça de origem estomacal já esteja incomodando, a sugestão é utilizar antiácidos e analgésicos que também contenham ácido acetilsalicílico. É o caso de Sonrisal, que possui efeito 2 em 1 – combate a azia e a dor de cabeça”, esclarece a dra. Ana Santoro. Ela ressalta que qualquer sintoma que se torne persistente deve ser investigado e acompanhado por um médico e que esse produto não é indicado em casos de suspeita de dengue.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s