Confira 48 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

Um guia com programas para se divertir sem gastar dinheiro, com teatro, exposições e muito mais

SHOWS

Sonoridades

Em quatro edições, o festival aconteceu no teatro do Oi Futuro Ipanema com curtas e concorridas temporadas. Ao longo desse tempo, a curadoria de Nelson Motta sempre privilegiou surpresas musicais. Deu tão certo que o quinto ano do Sonoridades ganhou um tom de celebração: ocupará, no sábado (5), a partir das 18 horas, as dependências do Parque Lage. Os jardins vão ganhar instalações dos artistas plásticos Cabelo, Lourival Cuquinha e Raul Mourão. Comes e bebes ficarão aos cuidados de empreitadas como os food trucks das lojas Che Boludo, de empanadas, e Hareburger. Mas o prato principal é mesmo a música, que começa com o coletivo de DJs Vinil e Arte — outras feras dos pickups vão alternar-se com as atrações ao vivo até o DJ Nepal encerrar os trabalhos às 2 horas. Às 19 horas, Ava Rocha, Negro Leo e Jonas Sá dão uma mostra da novíssima música carioca. Depois, às 20h30, o pianista, cantor e compositor Marcos Valle recebe o Azymuth. Glória do jazz instrumental brasileiro, o trio criado nos anos 70 e batizado com o nome de uma canção de Valle continua firme com dois de seus integrantes originais, Alexandre Malheiros (baixo) e Ivan “Mamão” Conti (bateria), ao lado de Kiko Continentino (teclados). Mais tarde, às 22h15, o charmoso projeto +2, reunião de Moreno Veloso, Domenico Lancellotti e Kassin, volta ao palco pela primeira vez em sete anos. Tem jeito de baile pop a atração da meia-noite: a big band de afrobeat à brasileira Bixiga 70 recebe o pianista João Donato e a cantora Juçara Marçal.

Parque Lage. Rua Jardim Botânico, 414. Sábado (5), a partir das 18h. Grátis. Chegue cedo: houve confusão provocada pelo excesso de público em recente evento no mesmo endereço.

Trem do Samba

Trem do SambaTrem do Samba

 (/)

O Dia Nacional do Samba será comemorado mais uma vez com o tradicional Tem do Samba, que chega a sua 20ª edição e celebra o aniversário de 450 do Rio. Idealizado pelo cantor e compositor Marquinhos de Oswaldo Cruz, o projeto desta vez será no sábado (5). Da estação da Central do Brasil saem cinco trens, e em cada vagão tem uma atração diferente, todos em direção a Oswaldo Cruz. O primeiro deles, que será apenas para convidados, sai às 18h04. As outras quatro composições saem em seguida. Clique para ver a programação completa.

Rio é Samba Rock, Meu Irmão!

Leila PinheiroLeila Pinheiro

 (/)

O projeto chega à sua última semana com a cantora e compositora Sylvia Patricia, recebendo  Leila Pinheiro. Uma das grandes vozes da música brasileira, tendo em seu currículo dezenove álbuns e três DVDs, Leila faz o show de encerramento do projeto na Arena Dicró na Penha.

Arena Carioca Dicró. Rua Flora Lobo, Parque Ary Barroso, Penha. Sexta (4), 19h30.

FESTAS

Madrugada no Centro

Manie DansanteManie Dansante

 (/)

Sábado é dia de se divertir na faixa no Centro do Rio! O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) promove mais uma edição do projeto Madrugada no Centro, que recebe eventos mensais que misturam DJs conhecidos do grande público e artistas convidados. Neste sábado (5), de 23h às 4h, o espaço recebe a festa Manie Dansante. A noite contará ainda com show da cantora Silvia Machete. Clique para saber mais.

DUO

DUODUO

 (/)

A festa ocupa o 00, na Gávea, a partir das 17h, com as DJs Renato Bastos e Marcia Bertonni, no deck. A partir de meia-noite, Diego Valente e Rael Barja são os responsáveis por animar a pista.

00 Gávea. Avenida Padre Leonel Franca, 240, Gávea. Domingo (22), 17h/5h. Grátis (entre 17h e 20h); R$ 20,00 (de 20h às 21h); R$ 30,00 (de 21h às 22h) e R$ 40,00 (após 22h).  

CONCERTOS

Desmistificando a Música Contemporânea

Concebido pela compositora, pianista e escritora Jocy de Oliveira, o projeto leva, até março de 2016, óperas multimídia a diversos espaços da cidade. De sexta (4) a domingo (6), as exibições ocorrem no Instituto Moreira Salles. No primeiro dia, as atrações são Revisitando Stravinsky (16h) e Kseni, A Estrangeira (18h). Sábado (5) e domingo (6), Revisitando Stravinsky (16h), Kseni, A Estrangeira (18h), e, às 19h30, a estreia de Berio sem Censura, encenada em 2012.

Instituto Moreira Salles (113 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. Sexta (4) a domingo (6), 16h. Grátis.

CINEMA

Mostra do Cinema Atual Espanhol

Viver é Fácil de Olhos FechadosViver é Fácil de Olhos Fechados

 (/)

A caminho da nova edição, a Mostra do Cinema Atual Espanhol leva às telas do Centro Cultural Banco do Brasil cinco títulos. Nas sessões, ma seleção de filmes que representam diversos gêneros e temáticas produzidos em 2013. A entrada é franca, mas serão distribuídas senhas uma hora antes do início de cada sessão. Clique para saber mais.

12 Décadas de Cinema

Jia Zhangke - Um Homem de FenyangJia Zhangke – Um Homem de Fenyang

 (/)

Sob a curadoria de Julio Cesar de Miranda, a mostra 12 Décadas de Cinema entra em seu último mês de exibição no Centro Cultural Banco do Brasil. Até o próximo dia 17 de dezembro o cinema nacional, cubano e russo serão descante nas telonas com as fitas Morango e Chocolate e Arca Russa, além do documentário Jia Zhang-ke, um homem de Fenyang. Clique para saber mais.

TEATRO

Festival de Espetáculos Teatrais e Arte (FEST & ARTE)

ALTA Cenas de Sangue num BarALTA Cenas de Sangue num Bar

 (/)

Entre sexta (4) e domingo (6), o público poderá conferir as atrações gratuitas da terceira edição do Festival de Espetáculos Teatrais e Arte (FEST & ARTE), um evento anual de artes cênicas que reúne espetáculos de teatro adulto e infantil, oficinas culturais e apresentações circenses no Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas, em Santa Teresa. Clique para saber mais.

ESPECIAL

Boa Ação

No Dia Internacional do Voluntariado, trinta ONGs promovem oficinas de contação de histórias, festival com músicos em si­tua­ção de rua e a partida de futebol Copinha dos Refugiados. Doações serão aceitas através do Bazar Troca de Bens.

Parque da Cidade das Crianças. Praia do Flamengo, 136, Flamengo, ☎ 99147-0849. Sábado (5), 8h/20h. Grátis.

Literatura e Poesia

Sob o tema “Bibliodiversidade — Encontro cultural e transformador”, a 15ª edição da Primavera Literária será animada por festival de poesia, mesas de debate e lançamentos de livros. Mais de 15 000 títulos à venda completam o programa.

Museu da República. Rua do Catete, 153, Catete, ☎ 2127-0324. Quinta (3) a domingo (6), 10h/21h. Grátis.

Por Dentro do Palácio

Por dentro do palácioPor dentro do palácio

 (/)

As visitas teatralizadas apresentam o Antigo Palácio da Justiçaao público. Neste sábado (5), às 16h, será a vez de Justiniano, O Grande, e sua esposa Teodora, interpretados pelos atores Andrêas Gatto e Amanda Grimaldi Lerias, ciceronear os visitantes através do prédio histórico.

Antigo Palácio da Justiça. Rua Dom Manuel, 29, Centro. Tel: 3133-3366 / 3133-3368. Sábado (5), 16h. Grátis (distribuição de senhas no local, 15 minutos antes do início).

Feira Rio Antigo

Feira do Rio Antigo movimenta a Rua doLavradioFeira do Rio Antigo movimenta a Rua doLavradio

 (/)

A programação de fim de ano será intensa no Centro Histórico do Rio de Janeiro. Em dezembro, a Feira Rio Antigo acontecerá em duas edições: no primeiro sábado do mês, o Dia do Samba será lembrado com show na Praça Emilinha Borba e, no dia 19, ocorre a edição Especial de Natal. O Dia do Samba será homenageado na Feira do dia 5, com o show ‘Natural da Batucada’. Marcelo Guimarães, da Beija Flor, interpretará grandes sambas, a partir das 16h30, no espaço musical montado em frente a Praça Emilinha Borba (esquina da Rua do Lavradio com a Rua do Senado). Além disso, os visitantes podem aproveitar para acompanhar a programação da Ocupação Tiradentes Cultural, que promove a Feira Gastronômica na Praça Tiradentes e diversas atividades nos centros culturais da região. Clique para saber mais.

Circuito Moda Carioca

Circuito Moda CariocaCircuito Moda Carioca

 (/)

Em sua primeira edição de Natal, o Circuito Moda Carioca levará para o Museu Militar Conde de Linhares, em São Cristóvão, produtos com preço de fábrica. A partir desta sexta (4), o público poderá conferir mais de 80 marcas como Equatore, Botswana e Complexo B com descontos de até 70%. Nas araras, coleção passadas e atuais de moda feminina, masculina, infantil, fitness e praia. O evento contará ainda com cinco fashion trucks: Favela Hype, Cabron, Achado Trailer, Tecidaria e  Brand’s. Clique para saber mais.

Cantata de Natal

O Coral São João Paulo promete encantar a todos no próximo sábado (5). Além de apresentações em missas dominicais, festas e solenidades litúrgicas, o grupo também faz shows de cunho artístico e cultural, em que apresenta não só obras religiosas, mas também seculares.

São Gonçalo Shopping. Avenida São Gonçalo, 100, Boa Vista, São Gonçalo. Sábado (6), 16h.

Arte com Ziriguidum

O evento promove uma reunião de artistas, artesãos e convidados especiais, das mais variadas áreas de expressão, para valorizar a identidade cultural brasileira trazendo inovação e foco nas novas tendências do mundo moderno e contemporâneo. Dentre as quais se destacam as artes plásticas, o artesanato, a gastronomia, a literatura, a música e o teatro.

Bar do Augusto. Rua Mem de Sá 72-A, Lapa. Sábado (5), 10h às 18h.

Dia Nacional do Samba no Museu da Vida

Fundação Oswaldo CruzFundação Oswaldo Cruz

 (/)

Os organizadores da instituição elaboraram uma vasta programação voltada para todas as idades e gostos. Quem passar pelo Museu da Vida poderá participar de oficinas de musicalização para crianças, peças teatrais, bate-papo com carnavalescos, oficina de percussão com o grupo Batuca Oswaldo, entre outras atividades. Clique para saber mais.

CRIANÇAS

✪✪✪✪✪ Castelo Rá-Tim-Bum — A Exposição

Castelo Rá-Tim-BumCastelo Rá-Tim-Bum

 (/)

Com curadoria de André Sturm, diretor executivo do MIS São Paulo, a imperdível exposição reproduz, em detalhes, doze cenários da premiada série, exibida na década de 90 pela TV Cultura. Depoimentos, fotos, croquis, maquete, bonecos, roteiros e figurinos do programa também estão lá.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até 11 de janeiro de 2016.

Traços de uma História — Rui de Oliveira

O experiente animador e ilustrador de livros infantojuvenis exibe mais de uma centena de trabalhos na mostra.

Cidade das Artes. Avenida das Américas, 5300, Barra da Tijuca, ☎ 3325-0102. Terça a domingo, 10h às 18h. Grátis. Até 20 de dezembro.

Festival Internacional de Circo

Cia-SistersCia-Sisters

 (/)

Em comemoração aos 450 anos do Rio, a cidade se transformará em um grande picadeiro. Entre quinta (26) e 6 de dezembro, quarenta espaços sediam o Festival Internacional de Circo, que traz 90 atrações gratuitas aos cariocas. Clique para saber mais.

Primavera Literária

A feira chega a sua 15ª edição, no Museu da República, reunindo mais de 100 editoras e oferecendo até 50% de desconto aos visitantes. Na programação estão lançamentos de livro, encontros com escritores, debates, atividades para jovens, brincadeiras e manhãs de autógrafo para crianças, muita poesia e uma praça de alimentação, entre outros.

Museu da República. Rua do Catete, 153,  Catete. Quinta (3) a domingo (6), 10 às 21h.

Escolinha Bike para Crianças

Crianças andando de bicicletaCrianças andando de bicicleta

 (/)

Neste sábado (5) e no domingo (6), o Bosque da Barra recebe a “Escolinha Bike para Crianças”. Marcada entre 9h e 14h, a atividade gratuita, voltada a pequenos de 2 a 7 anos, faz parte das ações de conscientização do “Rio, Capital Urbana da Bicicleta”. Clique para saber mais.

Museu Naval

Com as obras de demolição da Perimetral na Praça XV, os passeios que antes saíam do Espaço Cultural da Marinha agora partem do Museu Naval, ali perto, onde também se encontra a exposição O Poder Naval na Formação do Brasil. De lá os grupos seguem, aos sábados e domingos, para uma volta de barco pela Baía de Guanabara, passando por dezessete pontos turísticos. De ônibus, a visita é à Ilha Fiscal, local do último baile do Império, em 1889 — cenários com informações sobre a ilha foram reformulados recentemente. Rec. a partir de 2 anos. 

Museu Naval. Rua Dom Manuel, 15, Centro,  2532-5992 (seg. a sex.) e 2104-5506 (sáb. e dom.). Terça a domingo, 12h às 17h. Grátis. Passeio de barco (70 lugares): sábado e domingo, 13h15 e 15h15. R$ 20,00. Ilha Fiscal (60 lugares): sábado e domingo, 12h30, 14h e 15h40. R$ 20,00.

Museu Aeroespacial

museu aeroespacialmuseu aeroespacial

 (/)

Do teco-teco a velozes jatinhos, passando por uma réplica do pioneiro 14-Bis, a história da aviação se encontra guardada nesta tradicional e ampla instituição inaugurada em 1976. A principal atração é a exposição permanente de noventa aeronaves, mas também são exibidos motores usados nas duas guerras mundiais, além de objetos e documentos sobre a vida e a obra de Santos Dumont. Completa a visita a mostra Edu Chaves — Época Heroica da Aviação, sobre o piloto Eduardo Pacheco Chaves (1887-1975), aviador civil pioneiro no voo entre as cidades do Rio e de São Paulo. Rec. a partir de 3 anos. 

Museu Aeroespacial. Avenida Marechal Fontenelle, 2000, Campo dos Afonsos,2108-8955. Terça a sexta, 9h às 15h. Sábado, domingo e feriados, 9h30 às 16h. Grátis.

Clubinho Delícias do Noel

O espaço com atividades culturais gratuitas para a garotada do Carioca Shopping preparou uma agenda especial de Natal. A garotada vai entrar no clima natalino e se divertir enquanto  aprende a fazer guloseimas para as festividades de final de ano como  cake pop, alfajor, biscoito, cone, rabanada e panetone. No final, os alunos mirins poderão degustar os doces ou levar para casa. A atração é indicada para crianças entre 3 e 12 anos. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas no local.

Carioca Shopping. Av. Vicente de Carvalho, 909, Vila da Penha. Sábado (28) e domingo (29), 14h às 20h. Até 27 de dezembro.

O Mágico de Oz

O Mágico de OzO Mágico de Oz

 (/)

Dorothy vive uma intensa aventura para voltar para casa após ser levada por um tornado para a terra de Oz.  No caminho faz amizade com um espantalho que quer ter um cérebro, um homem de lata que anseia por um coração e um Leão covarde que precisa de coragem. 

Shopping Bay Market. Av. Visconde do Rio Branco, 360, Centro, Niterói. Domingo (6), 17h.

A Grande Oficina do Papai Noel

Na peça, o Bom Velhinho está fazendo os últimos ajustes em seus brinquedos para que tudo dê certo na entrega dos presentes. Porém, um fato estranho acontece, e Papai Noel desaparece no meio da noite. Para que as crianças não fiquem sem os seus presentes, os brinquedos começam a investigar para solucionar o mistério.

Shopping Jardim Guadalupe. Av. Brasil, 22.155, Guadalupe. Domingo (6), 17h.

João e Maria

João e Maria se perdem na floresta e encontram uma casa toda feita de doces e biscoitos. São atraídos pela bruxa que dá a eles tudo o que quiserem comer. Mas eles não sabiam que a bruxa estava querendo engordá-los para depois os devorar. Ao descobrirem o plano da bruxa, João e Maria tentam escapar, recebendo ajuda de um servo da terrível bruxa.

Santa Cruz Shopping fica na Rua Felipe Cardoso, 540, Santa Cruz. Domingo (6), 17h.

O Natal Encantado da Bela e a Fera

Bela planeja realizar uma maravilhosa e animada festa no castelo da Fera, mas o malvado maestro Fortes, um piano, e seu fiel ajudante pífano, uma flauta, querem impedir que isso aconteça porque se a Fera se apaixonar por Bela, será o fim das suas carreiras. Contando com muita diversão, música e a ajuda da decoradora Angelique, Bela fará o possível e o impossível para que o Natal aconteça. Assim, a história relembra aos adultos sobre a importância de passar mensagens positivas para as crianças, assim como resgata neles próprios as esperanças para o ano que se aproxima.

Downtown. Av. das Américas, 500, Praça Central, Barra da Tijuca. Sbado (5), 19h.

EXPOSIÇÕES

✪✪✪✪ Cartazes de Viagem, 1910-1970 — Coleção Berardo

Cartazes de Viagem, 1910-1970 — Coleção BerardoCartazes de Viagem, 1910-1970 — Coleção Berardo

 (/)

Com sua indiscutível vocação de cartão-postal do Brasil, o Rio sempre teve primazia na divulgação do país como destino turístico atraente para o público estrangeiro. Em cartaz no Museu Histórico Nacional, esta surpreendente mostra reúne quarenta pôsteres criados por companhias aéreas e marítimas de várias partes do mundo, todos exaltando a cidade. O recorte cronológico, iniciado em 1910, ano da abertura do Porto do Rio, revela ao visitante imagens com um Corcovado ainda sem a estátua do Cristo Redentor. O morro em questão, aliás, o Pão de Açúcar e a Baía de Guanabara são símbolos recorrentes. A evolução dos cartazes exibidos, todos de enorme beleza, espelha transformações na arte e na publicidade. Além disso, a exposição traz uma sériede textos que fornecem um ótimo panorama histórico sobre o hábito de viajar, relacionando o Brasil e o Rio com o que acontecia no mundo. Cardápios de transatlânticos e aviões, selos e outros objetos de companhias de viagem completam o acervo. Clique para saber mais.

Museu Histórico Nacional. Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro, 2550-9220. → Terça a sexta, 10h às 17h30; sábado, domingo e feriados, 14h às 18h. R$ 8,00 (ter. a sáb.). Grátis aos domingos. Até 17 de janeiro de 2016.

A Viagem das Carrancas

Marcel GautherotMarcel Gautherot

 (/)

Em 1946, os fotógrafos Marcel Gautherot (1910-1996) e Pierre Verger (1902-1996), este também etnólogo, percorreram o Rio São Francisco documentando a vida das populações ribeirinhas. Parte significativa dos cliques de Gautherot teve como alvo carrancas que adornavam os barcos com os quais a dupla cruzava no trajeto. Em cartaz no Instituto Moreira Salles a partir de domingo (6), a mostra A Viagem das Carrancas apresenta 42 dessas fotografias, pertencentes ao acervo da instituição, além de quarenta esculturas, vindas de coleções públicas e particulares. Entre os destaques está a figura de proa da barca Minas Gerais, a maior embarcação a ter navegado o rio. A mostra inclui ainda trabalhos de Francisco Biquiba Dy Lafuente Guarany (1882-1985), o mais respeitado escultor desse tipo de obra no país — incluindo seis peças “não navegadas”, ou seja, criadas por encomenda de colecionadores, entre os anos 1950 e 1960.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até 20 de março de 2016. A partir de domingo (6).

Edgar Duvivier

Homem de múltiplos talentos, entre eles o de músico e o de artista plástico, Duvivier lança o livro Carnet de Voyage com uma exposição dos desenhos que ilustram a publicação.

Casa de Cultura Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2015. → Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 20 de dezembro.

V Bienal da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Um dos principais polos de formação de artistas no país, a EBA apresenta aqui um panorama da produção dos alunos da graduação e da pós-graduação. Todos os trabalhos são inspirados na ideia do tempo.

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro, ☎ 2232-4213 e 2242-1012. → Segunda, quarta e sexta, 12h às 20h; terça, quinta, sábado e feriados, 10h às 18h. Grátis. Até 27 de fevereiro de 2016.

✪✪✪ Victor Arruda

Victor ArrudaVictor Arruda

 (/)

Inaugurada em 2000 no Shopping Cidade Copacabana (ou Shopping dos Antiquários, como ficou conhecido), a Galeria Artur Fidalgo mudou-se no fim de agosto para um imóvel mais amplo, no mesmo centro comercial, onde anteriormente funcionava outroespaço de exibição e negociação de arte, a Graphos: Brasil. Em sua segunda mostra no novo ponto, o marchand Artur Fidalgo apresenta a individual Trans, de Victor Arruda, nome destacado da cena artística contemporânea brasileira. Diminuto, mas atraente, o acervo reúne dez telas em acrílica vivamente coloridas, evocando certa influência dos quadrinhos — presente e assumida nos trabalhos de Arruda desde a década de 70. Imagem recorrente na obra do artista, corpos humanos, ou partes deles, permeiam as criações de tintas surrealistas, como se vê em Díptico da Gravata, Homenagem a Athos Bulcão.

Galeria Artur Fidalgo. Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), 2º piso,loja 1, Copacabana,  2549-6278, ↕ Siqueira Campos. → Segunda a sexta, 10h às 19h. Grátis. Até 11 de dezembro.

Bruno Dunley

Dez trabalhos abstratos compõem a individual do jovem artista fluminense, atualmente radicado em São Paulo.

Galeria Nara Roesler. Rua Redentor, 241, Ipanema,  3591-0052. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 15h. Grátis. Até 13 de fevereiro de 2016.

Encontros Carbônicos 2015 — Futuro em Disputa

Criada em 2012 com a intenção de propor diálogos entre pesquisas artísticas e científicas, a revista on-line Carbono deu origem, no ano passado, a uma exposição que desdobra as questões levantadas em suas páginas e chega agora à segunda edição. Encontros Carbônicos 2015 — Futuro em Disputa, com abertura marcada para sábado (21) no Oi Futuro Ipanema, vai exibir 25 trabalhos de Cinthia Marcelle, Daniel Steegmann Mangrané, Tiago Mata Machado, Marina Fraga, Pedro Urano, Milton Machado, Paulo Paes, Simone Cortezão, Rodrigo Amarante (sim, o músico do grupo Los Hermanos) e da dupla Maíra das Neves e Pedro Victor Brandão. A seleção das obras teve como norte a evocação de perspectivas para o futuro, ainda que não de maneira literal. Vídeos, fotografias, instalações e esculturas integram o acervo.

Oi Futuro Ipanema. Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema,  3131-9333, ↕ General Osório. → Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 20 de dezembro.

Carla Chaim

Em Colapso da Onda, a artista exibe uma instalação de grandes dimensões, criada especificamente para o espaço expositivo, e um livro de artista. O uso de grafite em pó é o elo comum aos dois trabalhos.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro,  3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até 4 de janeiro de 2016.

Vértice

Rochelle Costti - vérticeRochelle Costti – vértice

 (/)

Em comparação com colecionadores eméritos brasileiros, do porte de Sérgio Fadel ou Gilberto Chateaubriand, o advogado Sérgio Carvalho, carioca radicado em Brasília desde a infância, poderia passar por um iniciante: seu acervo, atualmente com mais de 1 500 trabalhos, começou a ser amealhado há apenas doze anos. Repleta de nomes consagrados, entretanto, essa coleção já se credencia a ser objeto de exposições como Vértice, que abre na quinta (15), no Centro Cultural Correios. Cerca de 200 trabalhos foram reunidos na coletiva, dividida em três módulos, cada um sob responsabilidade de uma das curadoras (daí o sugestivo nome da mostra): Marília Panitz, Marisa Mokarzel e Polyanna Morgana. Pinturas, esculturas, desenhos, fotografias, vídeos e instalações integram a variada seleção, que inclui mais de sessenta artistas, entre eles nomes como Antonio Dias, Barrão, Farnese de Andrade, Daniel Senise, Berna Reale, Nelson Leirner, José Rufino e Hildebrando de Castro.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro,  2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 13 de dezembro.

Cássio Loredano

Habituado a flanar pela cidade — sempre a pé, de táxi ou de ônibus, já que não tem carteira de motorista —, o artista empresta seu ilustre traço a cenas cariocas na mostra Rio, Papel e Lápis, em cartaz no Instituto Moreira Salles. Em 35 belos desenhos, todos em preto e branco, produzidos com grafite, nanquim, esferográfica e aquarela, o conceituado ilustrador retrata o chafariz do Mestre Valentim, o imóvel em Santa Teresa chamado de Casa dos Azulejos, o edifício do Museu de Arte Moderna, a fachada da Confeitaria Colombo, a sede do Botafogo e a do Fluminense, entre tantas outras paisagens. É uma oportunidade rara de ver o superlativo talento de Loredano, colaborador de importantes veículos da imprensa mundial, mais conhecido por suas caricaturas, a serviço de outro tipo de trabalho. Curiosamente, ele foge dos clichês de natureza atribuídos à cidade e investe em obras do engenho humano. Para além da sofisticação do traço, singular em sua harmonia entre detalhismo e despojamento, chama atenção a completa ausência de pessoas nas ilustrações, valorizando ainda maisa beleza das construções.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea,  3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. Grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até 9 de janeiro de 2016.

✪✪✪✪✪ Rio: Primeiras Poses — Visões da Cidade a Partir da Chegada da Fotografia (1840-1930)

Rio Primeiras PosesRio Primeiras Poses

 (/)

Cerca de 450 imagens, registros do Rio entre meados do século XIX e o início do XX, compõem esta imperdível exposição. Há fotografias de pioneiros como Marc Ferrez, Augusto Malta e Georges Leuzinger. Recursos multimídia permitem a ampliação de parte das imagens. Até 31 de dezembro.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea,  3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h.

Mostra Underground Images

Os amantes de artes visuais tem um programa certo para os próximos dias. Depois de rodar o mundo nos últimos dois anos, chega ao Rio a exposição Underground Images. A mostra, inédita no Brasil, reúne de cartazes assinados pelos maiores nomes do design gráfico internacional, expostos nas estações do metrô de Nova York, desde 1947 até os dias de hoje. A abertura acontece nesta quinta (5), às 19h, no Instituto Tom Jobim, no Jardim Botânico. Até 8 de dezembro. Clique para saber mais.

Cotidiano radical

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, a partir de 27 de outubro (terça-feira), às 19 horas, a exposição inédita Cotidiano radical, do artista mineiro Marco Paulo Rolla. A mostra revela um amplo espectro do trabalho de Marco Paulo Rolla. São objetos, pinturas e instalações que desafiam o público. Ambientes e situações familiares ao espectador surgem de maneira surpreendente, subvertendo ordens e questionando a dependência moderna de ferramentas, dispositivos, equipamentos e tecnologia. 

Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro,  3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 20 de dezembro.

O Corpo na Arte Africana

O Espaço Cultural Correios Niterói recebe a exposição “O Corpo na Arte Africana”. Com 120 peças de arte de 20 povos diferentes, a mostra tem entrada gratuita. A exposição termina em 19 de dezembro. Clique para saber mais.

Juarez Machado

Um Passeio pelo Mundo de Juarez MachadoUm Passeio pelo Mundo de Juarez Machado

 (/)

A Mostra exibe 160 trabalhos do artista plástico Juarez Machado. Entre as obras apresentadas, além de uma série inédita, composta por 24 quadros, podem ser vistas algumas das telas mais representativas do artista – oriundas de algumas exposições consagradas pelo mundo como Le LibertinLa Fete Continue;SoixanteDixJazz DanseVeneza, entre outras. 

Galeria Dom Quixote. Av. Ayrton Senna, 2150, Barra da Tijuca. Segunda a sábado, 10h às 22h; domingos e feriados, 12h às 21h. Até 6 de dezembro.

Artetranscende

A exposição é uma homenagem ao carioca Janssen Masson. A mostra reunirá 24 obras do artista, pintadas com tinta a óleo e acrílica sobre tela, além de duas outras em madeira, em diversos formatos. Vale destacar os quadros de grandes dimensões de Masson, como as pinturas Joana D’Arc e Visão do Artista.

Galeria Marly Faro – R. Aníbal de Mendonça, 221, Ipanema. Segunda à sexta, 12h30 às 19h; sábado, 9h às 13h. Até 9 de dezembro.

Ermo/Reminiscência

A mostra reúne dez obras do artista Felippe Sabino. Nelas, retrata plantas, arbustos, folhagens, galhos a partir de fotografias de lugares afastados, como matagais de beira de estrada. As imagens, pintadas com a técnica guache, chegam a confundir o espectador, por parecem fotografias.

Galeria Inox. Av. Atlântica, 4240, subsolo 101, Copacabana. Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 11h às 18h. Até 17 de dezembro.

Antonio Houaiss – Singular, Plural

Mais conhecido do público pelo dicionário que leva o seu nome, o filólogo, diplomata e professor Antonio Houaiss (1915-1999) foi um dos principais intelectuais brasileiros do século 20. Carioca, filho de imigrantes libaneses, toda a sua formação, da escola  à universidade, foi no ensino público, e Houaiss se destacou em diversas áreas, chegando a exercer o cargo de ministro da Cultura, durante 11 meses, no governo Itamar Franco, em 1993. Até 31 de março de 2016. Clique para saber mais.

Um século de Solidariedade no Brasil

Cruz Vermelha - PeléCruz Vermelha – Pelé

 (/)

Para celebrar seus 107, a Cruz Vermelha Brasileira promove a exposição Um século de Solidariedade no Brasil, no aeroporto Santos Dumont. A partir de segunda (30), uma seleção de 64 fotografias contam a história da instituição no país, com a ajuda de pessoas celebres como Pelé, Xuxa e Rodrigo Santoro. Dividida em tópicos, a exposição tem o registro do lançamento da pedra fundamental do prédio que fica na praça que leva seu nome, no Centro do Rio de Janeiro. O local abrigou a primeira escola de auxiliar de enfermagem na época da Segunda Guerra Mundial. As fotos ficam a disposição do público até 11 de dezembro. Clique para saber mais.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s