Cinco peças novas ganham os palcos

Confira as estreias da semana

 

 (Cris Lyra/Divulgação)

Quarto 19. Sucesso na capital paulista, a peça dirigida por Leonardo Moreira conta a história de uma mulher de classe média que nota estar perdendo a própria identidade para seu casamento burguês e as exigências da maternidade. Idealizado e estrelado por Amanda Lyra (foto), o espetáculo inspira-se no conto No Quarto Dezenove, da escritora britânica Doris Lessing (80min). 16 anos. Teatro Poeirinha. Rua São João Batista, 104, Botafogo. Quinta a sábado, 21h; domingo, 19h. R$ 40,00. Até o dia 29 de julho. Estreia na quinta (5). 

Passarinho. Em sua estreia como dramaturga, Ana Kutner é dirigida pela irmã, Clara Kutner, em solo que promove uma investigação sobre o afeto. É a própria atriz quem opera luz e som durante a sessão . Ao longo desse processo de encontro direto com o público, Ana, também em cena, oferece relatos que atravessam os limites entre ficção e realidade (60min). 16 anos. Sesc Copacabana. Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana. Quinta a sábado, 19h; domingo, 18h. R$ 30,00. Até o dia 22. Estreia na quinta (5).

 (Renato Mangolin/Divulgação)

As Mil e uma Noites. Clássico da literatura, a reunião dos contos de Sherazade inspira um audacioso projeto teatral composto por 33 peças — uma encenada a cada dia de temporada da companhia Teatro Voador Não Identificado. A dramaturgia de Gabriela Giffoni e Luiz Antonio Ribeiro é entrelaçada por depoimentos de refugiados árabes. Pedro Henrique Müller e Clarisse Zarvos (foto) estão no elenco, dirigido por Leandro Romano (60min). 16 anos. Oi Futuro. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo. Sexta a domingo, 20h. R$ 30,00. Até 9 de setembro. Estreia nesta sexta (29). 

Dez curiosidades sobre a peça “As Mil e uma Noites”

O Livro dos Espíritos — A saga de Kardec. Devido ao sucesso da produção, o elenco de Allan Kardec — Um Olhar Para a Eternidade se reuniu em nova montagem de temática espírita. Cyrano Rosalém assina a dramaturgia, enquanto Rogério Fabiano e Érica Collares dividem a direção. Em cena, passagens marcantes da vida do educador francês (70min). Livre. Teatro Vannucci. Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea. Quarta, 21h; quinta, 18h. R$ 70,00. Até 20 de dezembro. Estreia na quarta (4).

 (Aline Macedo/Divulgação)

Elizeth, a Divina. Inspirado na biografia assinada por Sérgio Cabral, o espetáculo resgata os momentos marcantes da história da cantora Elizeth Cardoso (1920-1990), encarnada no palco por Izabela Bicalho (foto). Ao vivo, os músicos Ciro Magnani (piano), David Nascimento (violão e contrabaixo) e André Vercelino (bateria e percussão) defendem a trilha sonora recheada de clássicos da MPB. Direção de Sueli Guerra (120min). Livre. Teatro Maison de France. Avenida Presidente Antônio Carlos, 58, Centro. Quarta, 17h; quinta, 19h. R$ 50,00. Até 16 de agosto. Estreia na quarta (4).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s