Casa Brasil segue com programação musical gratuita na Paralimpíada

Shows de samba, bossa nova e MPB, além de oficinas de percussão e dança, serão oferecidos ao público na região portuária

Instalada nos armazéns 1 e 2 do Pier Mauá, no Cais do Porto, a Casa Brasil, que ofereceu atividades culturais gratuitas durante os Jogos Olímpicos, segue com sua programação musical durante a Paralimpíada.  Bossa nova, samba, MPB e música clássica, além de oficinas, estão no roteiro.

Na sexta (9), às 19h, Paula e Jacques Morelenbaum prestam tributo ao maestro Tom Jobim. No repertório, canções que marcaram o período de criação da bossa nova, da lavra do homenageado e de artistas que influenciaram o gênero, como Carlinhos Lyra, Roberto Menescal, Marcos Valle e João Donato. O casal, que intergou a banda de Tom por dez anos, será acompanhado pelo trio de músicos Leonardo Amoedo (violão elétrico), Guto Wirtti (baixo acústico) e Marcelo Costa (bateria). 

+ Boulevard Olímpico terá programação especial na Paralimpíada

No sábado (10), a batucada volta ao cenário da casa no show Partido Alto – Samba de Fato, com Leci Brandão e Tantinho da Mangueira. A dupla, que vem se apresentando junta no projeto O Século do Samba, apresenta um repertório tradicional de partido-alto, que mistura sucessos da carreira de ambos, sambas clássicos e outros cantados com improviso, do qual Tantinho é craque. O espetáculo começa às 19h30. 

+ Confira outros shows da semana

No domingo (11), às 19h30, é a vez do grupo MPB4, que em 2016 comemora cinquenta anos de carreira. O quarteto vocal e instrumental mistura clássicos de seu repertório, como Roda Viva (Chico Buarque) e Canção da América (Milton Nascimento e Fernando Brant), a inéditas. Na semana seguinte, o Quinteto de Sopros da Orquestra Petrobras Sinfônica representa a ala erudita, com apresentação na quinta (15), às 19h. 

+ Conheça as casas temáticas que continuam a funcionar durante os Jogos Paralímpicos

Até o fim da Paralimpíada, a Casa Brasil continuará com suas oficinas de percussão e dança para o público de todas as idades. Nas aulas, gratuitas, sempre de 15h às 16h30, os participantes aprendem passos de dança e experimentam diversos instrumentos musicais, com o grupo Filhos do Samba, formado pelo cavaquinista Claudio Brito, integrante da bateria da Vila Isabel e diretor musical da banda da Mart’Nália, e pelos irmãos Raoni e Dandara Ventapane, netos de Martinho da Vila e sobrinhos de Mart’Nália. Na sexta (9) e na quinta (15), há oficina de percussão e dança de escola de samba. Na quarta (14), além de percussão, o roteiro traz samba de raiz. 

Casa Brasil – Pier Mauá, Armazém 2 do Cais do Porto. Avenida Rodrigues Alves, s/n, Santo Cristo (50 lugares). Entrada gratuita (distribuição de senhas a partir de duas horas antes no estande do Banco do Brasil).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s