As novidades na programação teatral carioca

Comédia com Miguel Falabella e espetáculo estrelado por Ary Fontoura e Ana Lucia Torre são algumas opções no circuito

 

 (Daniel Chiacos/Divulgação)

God. Miguel Falabella encarna o papel do Todo-Poderoso na versão brasileira da aclamada comédia da Broadway. Em cena, ele conta com o apoio de dois arcanjos (Magno Bandarz e Elder Gattely, com ele na foto) para responder a questões que vêm atormentando a humanidade desde a Criação. Falabella também assina a direção (90min). 14 anos. Teatro Oi Casa Grande. Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon. Sexta e sábado, 21h; domingo, 18h. R$ 50,00 a R$ 150,00. Até o dia 29. Estreia na sexta (29).

 (Lourenço Monte/Divulgação)

Tripas. Autor da premiada peça Caranguejo Overdrive, Pedro Kosovski escreveu e dirige o monólogo estrelado por seu pai, Ricardo Kosovski. No espetáculo, criado com base nas lembranças dos nove meses que o ator passou internado, um homem encontra-se preso, cercado por observadores (60min). 16 anos. Sesc Copacabana. Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana. Sexta e sábado, 19h; domingo, 18h. R$ 30,00. Até o dia 29. Estreia na sexta (6). 

 (Jerônimo Gomes/Divulgação)

O Encontro Espiritual de Léon Denis e Joanna de Ângelis. Na obra ficcional, o médium Léon Denis encontra Joanna, um  espírito que passou pela esfera terrestre por várias encarnações. Rogério Fabiano e Érica Collares (na foto) são dirigidos por Paulo Afonso de Lima, que também assina o texto (60min). Livre. Teatro Vannucci. Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea. Quarta, 21h; quinta, 18h. R$ 70,00. Até 14 de dezembro. Estreia na quarta (4). 

 (Kaio Caiazzo/Divulgação)

Não Tô Entendendo Nada. Partindo da ousada premissa de contar 500 anos de história do Brasil, a peça é uma criação coletiva dos atores Marcelo Cavalcanti, Laura Prado, Lorena Comparato, Hamilton Dias e Luana Lemes (na foto), com direção de Fernando Melvin (60min). 10 anos. Sesc Tijuca. Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca. Sexta a domingo, 19h. R$ 30,00. Até o dia 29. Estreia na sexta (6). 

 (Guga Melgar/Divulgação)

Irina. Com colaboração de Aderbal Freire-Filho, Bruno Lara Resende, Eleonora Fabião e Marcio Abreu, a atriz Raquel Iantas transformou um texto escrito por ela sobre a juventude no Paraná em solo teatral. Raquel também assina a direção, ao lado de Mariah Valeiras (70min). 12 anos. Sesc Copacabana. Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana. Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 30,00. Até o dia 29. Estreia na quinta (5). 

 (Rodrigo Castro/Divulgação)

Círculo da Transformação em Espelho. Vencedora do Pulitzer, prêmio maior da literatura americana, Annie Baker tem um texto seu encenado pela primeira vez no Brasil. Na peça, dirigida por César Augusto, cinco pessoas frequentam um curso de artes dramáticas e desenvolvem relações transformadoras. Com tradução e produção do jornalista Rafael Teixeira (100min). 12 anos. Sesc Copacabana. Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana. Quinta a sábado, 20h30; domingo, 19h. R$ 30,00. Até o dia 29. Estreia na quinta (5). 

 (Bruna Sussekind/Divulgação)

Fogo Frio — Imersão Cênica. O primeiro solo da Cia. Teatro de Afeto é estrelado por Yasmin Gomlevsky e inspirado no livro de poemas homônimo lançado pela atriz em 2013. Com direção de Saulo Rocha e Tainá Medina, a peça aborda o processo de cura e reconstrução de identidade de uma mulher após o término de um vínculo afetivo (70min). 10 anos. Casa Rio. Rua São João Batista, 105, Botafogo. Domingo, 20h. R$ 40,00. Até o dia 29. Estreia no domingo (8). 

 (Joao Caldas/Divulgação)

Num Lago Dourado. Ary Fontoura e Ana Lucia Torre (na foto) estrelam a peça, já adaptada para o cinema, com Katharine Hepburn e Henry Fonda, em 1981. Durante as férias, um casal recebe a visita inesperada da filha, com quem o pai tem uma relação conflituosa. Direção de Elias Andreato (90min). 10 anos. Teatro dos Quatro. Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea. Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 80,00. Até 17 de dezembro. Estreia na sexta (6).

 (Bruno Coqueiro/Divulgação)

Cenas Afora — Solos Femininos. Protagonizado por mulheres cis e transexuais, o espetáculo aborda diversidade, bullying, racismo e representatividade. Chia Rodriguez, Dandara Vital (na foto), Mariana Nunes e Monique Vaillé apresentam peças curtas, de vinte minutos, e a cada dia novas atrizes são convidadas a participar da sessão (80min). 16 anos. Casa de Cultura Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema. Terça e quarta, 20h. R$ 20,00. Até 25 de outubro. Estreia na terça (3). 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s