Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Outra cepa: Rio identifica primeiro caso com a variante Mu do coronavírus

Não há ainda transmissão comunitária. Por ora, a Delta é a cepa que prevalece, correspondendo a 95,44% dos casos do estado fluminense

Por Redação 17 set 2021, 11h53

Nesta quinta (16), o Rio identificou o primeiro caso da variante Mu do coronavírus. Segundo a rede Corona-Ômica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a amostra coletada foi registrada ainda em junho na capital fluminense.

+Covid: Mais de 82% da população do Rio já foi vacinada com a primeira dose

Até o momento, este é o primeiro caso registrado no estado de que se tem notícia. A primeira linhagem da nova cepa no Brasil havia sido detectada em Cuiabá, na Copa América. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), ela não é considerada uma variante de preocupação, e sim de interesse.

+Covid: Rio registra menor número de pedidos de internação em 10 meses

“A Mu foi diagnosticada e não temos característica de transmissão local, mas a gente sabe também que a variante delta domina o mapa das variantes mesmo em relação a essa”, explicou o secretário municipal de saúde Daniel Soranz.

A variante Mu já foi detectada também em Minas Gerais e no Mato Grosso. No Rio, no entanto, a Delta ainda é a cepa que prevalece, correspondendo a 95,44% dos casos do estado fluminense.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade