Clique e assine por apenas 4,90/mês

Pandemia: carioca cria site que ‘fiscaliza’ situação de estabelecimentos

Plataforma colaborativa permite que consumidores e clientes avaliem condições sanitárias de bares, restaurantes, lojas e shoppings

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 5 ago 2020, 12h03 - Publicado em 5 ago 2020, 11h53

Voltar a frequentar bares e restaurantes, embora esses estabelecimentos já tenham voltado a funcionar, é uma decisão pessoal que envolve medo e angústia. O que é normal, depois de mais quatro meses em casa.

+ Governo do Estado prorroga suspensão de aulas presenciais 

Pensando nisso, o profissional de marketing Felipe Ferreira, de 24 anos, e o desenvolvedor de software Bruno Naschpitz, 34, lançaram o site Vai Preparado, em que os consumidores podem avaliar as condições sanitárias de lojas, farmácias, restaurantes, bares e mercados do Rio.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Em poucos passos, as pessoas podem dar suas impressões sobre a possível aglomeração no local, se a entrada sem máscara era permitida no estabelecimento, se havia álcool gel disponível, se os funcionários usavam equipamentos de proteção e se havia alguma orientação sobre distanciamento social.

Continua após a publicidade

Também é possível enviar impressões sobre o nível de limpeza de cada lugar avaliado.

+ Rio está entre cidades que mais ‘traem’ na pandemia

A partir das informações enviadas por cada usuário, o site elabora um gráfico que acompanha a avaliação ao longo das semanas, além de uma classificação geral baseada em ‘estrelinhas’.

Vai Preparado: site compara impressões de cariocas sobre medidas sanitárias adotadas pelos estabelecimentos Vai Preparado/Reprodução

+ Covid-19 mata mais nas periferias

De acordo com Felipe Ferreira, farmácias e supermercados são os estabelecimentos que mais receberam avaliações. “A gente acredita que as pessoas ainda não estão se sentindo seguras para voltar a frequentar locais que não sejam essenciais. O site, a partir da troca de informações, pode fazer com que os cariocas se sintam à vontade para retomar velhos hábitos, mas em segurança”, comenta o criador do Vai Preparado.

Continua após a publicidade
Publicidade