Clique e assine com até 65% de desconto

Confira brincadeiras para distrair crianças durante a quarentena

De geleca caseira a mímica, relembre formas de entreter seus pequenos sem sair de casa e se proteger do coronavírus

Por Marcela Capobianco 17 mar 2020, 19h40

Em tempos de férias forçadas para as crianças, os pais – privilegiados por trabalhar de casa numa pandemia – têm que arranjar criatividade para entreter os pequenos. VEJA RIO selecionou algumas brincadeiras que podem ser preparadas com pouco esforço. Confira:

Stop. Em alguns lugares, essa brincadeira – dos tempos analógicos – é conhecida como adedanha. Com, no mínimo três pessoas, papel e caneta defina os itens que serão preenchidos com representantes de cada letra sorteada na adedanha que antecede cada rodada. Dê uma modernizada na lista: por que não youtubers, marcas de tecnologia e séries ao lado dos tradicionais CEP (cidade, estado ou país), carro e fruta? O primeiro que preencher a planilha grita ‘stop’ e, imediatamente, os outros jogadores devem soltar a caneta. Respostas repetidas valem 5 pontos. Respostas que só uma pessoa escreveu valem 10 pontos.

Cama de Gato. Do tempo das avós diretamente para o isolamento causado pela pandemia… Você vai precisar de um longo pedaço de barbante e de destreza manual. As crianças podem ficar horas tentando descobrir os segredos dos emaranhados.

Contação de Histórias. Sabe aqueles livros infantis que ficam pegando poeira no quarto das crianças? Pegue-os, espalhe pela sala e capriche na entonação para interpretar os personagens.

Encaixe de Formas. Desenhe quadrados, triângulos, círculos, retângulos e várias outras formas numa cartolina com canetinha ou no chão com fita adesiva. Depois, corte papéis coloridos com as mesmas formas de mesmo tamanho e dê para o seu pequeno brincar de encaixar!

Continua após a publicidade
Haja criatividade: com crianças em casa, pense em brincadeiras fáceis para o dia a dia Anna Kolosyuk/Unsplash/Reprodução

Geleca Caseira. O projeto Leiturinha deu uma receita de como produzir a própria geleca – ou slime – com ingredientes corriqueiros. É diversão para a criançada antes e durante a brincadeira.

Cabana/Acampamento. Que tal mudar a perspectiva e fazer as crianças dormirem na… sala? Num grande acampamento? Caixas de papelão podem ser aliadas ao lado de lençóis.

Teatro de Sombras. Essa dica superbacana está circulando pelo WhatsApp, em um documento produzido pela designer e cenógrafa Estefi Machado. Aqui você vai precisar de uma certa habilidade para recortar objetos como bichinhos e árvores em papelão. Caixa de papelão, papel manteiga e silhuetas de papelão pintadas de preto e coladas num palito.

Mímica. Essa todos conhecem, mas anda meio fora de moda, certo? Reúna a família e mande ver na mimetização de filmes, séries, desenhos… Não pode ter vergonha! E as risadas são garantidas.

Plus: O músico Tomaz Sussekind e a professora de artes cênicas Michelly Lemes, idealizadores do curso de musicalização infantil Brincando de Papel mudaram suas rotinas de aulas por conta da pandemia de coronavírus. Agora, elas se tornarão onlines e gratuitas. As aulas devem acontecer de segunda a sexta, no período da manhã e da tarde. A primeira rola nesta quarta (18) em YouTube.com/brincandodepapel.

Continua após a publicidade
Publicidade