Marcas lançam purpurina biodegradável para o Carnaval

Em contrapartida às versões convencionais, altamente poluentes, a carioca Pura Bioglitter faz uma opção à base de algas e minerais

A versão não poluente já está à venda  (Tiago Petrik/Divulgação)

Carnaval sem purpurina não é Carnaval. Só que o material, onipresente tanto nos blocos de rua como nas escolas de samba, é altamente poluente. As pequenas partículas de plástico levam mais de 400 anos para se decompor e, quando descartadas nos oceanos, são confundidas com comida pelos animais marinhos. A melhor alternativa para o meio ambiente é o pozinho biodegradável, que pode ser feito em casa (existem vários tutoriais na internet) e também está sendo produzido por diversas marcas grandes, como Lush (lush.com.br) e Shock (valeushock.com.br). Da turma mais artesanal, a carioca Pura Bioglitter (purabioglitter.com.br) faz uma versão à base de algas e minerais, à venda na loja RIOetc (☎ 3040-6710).

Para curtir o carnaval no Rio, confira opções de hospedagens no Booking.com

+ Parkour ganha adaptação em aula na Bodytech

+ Seis dicas para evitar a ressaca no Carnaval

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s