Dadinho ganha loja virtual com doces e itens inspirados na marca

Em 3 meses de operação, site que vende doce obrigatório em festas infantis do passado contabilizou 200 pedidos

Você está em uma típica festa infantil carioca dos anos 1990, que chega neste exato momento ao seu ponto alto: é hora de estourar o bolão. Em meio a outras crianças, com a camisa esticada para pegar mais doces, você tem em mente algumas expectativas. Balas Juquinha e pirulitos Zorro são algumas delas, além dos clássicos Dadinhos. Muito antes do filme Cidade de Deus tornar o nome famoso por outras razões, esse pequeno cubo adocicado de amendoim era item obrigatório em aniversários e outras celebrações. Quase 30 anos depois, a madelleine de vários Prousts frustrados ganhou em fevereiro uma loja online. Desde então, o site que vende doces e presentes inspirados na marca já contabilizou 200 pedidos.

Atualmente, a marca Dadinho pertence à fabricante Bono Gusto, de Ribeirão Preto. Na barraquinha virtual onde oferece seus produtos, a empresa conta com sacos de 90g do Dadinho clássico (R$ 3,90), bisnagas de 1kg com versões cremosas do doce (R$ 44,90) e até pacotes de 130g com biscoitinhos de Wafer (R$ 2,99), parecidos com o bom e velho Mirabel – entre outros itens. Já na parte destinada a itens inspirados na marca, é possível encontrar ioiôs (R$ 12), camisas (R$ 33,90) e uma bela caneca quadrada (R$ 50,90) à disposição dos marmanjos interessados. ““O carinho do consumidor é algo muito difícil de conseguir, mas nós temos. Mesmo assim, não queremos ficar presos nas lembranças da infância”, comentou Anderson Siqueira, gerente de marketing do Dadinho, em entrevista ao site Exame.com.

Guardado na memória de jovens adultos, o Dadinho é bem mais velho do que parece. Foi lançado em 25 de janeiro de 1954, em homenagem aos 400 anos de São Paulo. Apesar de antigo, o doce se mantém uma demanda vigorosa. Por mês, 200 toneladas da iguaria saem da fábrica para bocas saudosas. Desde 2016, a marca passa por um reposicionamento com o objetivo de não viver apenas de passado. Nesse processo, a Bono Gusto investiu na criação de bombons e outros quitutes, na abertura da loja online e na presença em redes sociais. O bom trabalho deu resultados. A página do Facebook tem mais de 230 mil curtidas e o perfil no Instagram, quase 30 mil seguidores. Nada mal para um coroa, não é?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s