Brechós são boa opção para as compras em tempos de crise

Confira dicas para comprar peças de segunda mão e uma relação com os melhores brechós da cidade

Quer renovar o guarda-roupa, mas está com o orçamento apertado? Que tal garimpar umas peças pelos brechós da cidade? Já se foi o tempo em que usar roupas de segunda mão era mal visto. Hoje em dia, comprar em brechó, além de cool, é uma atitude inteligente – tanto para o seu bolso quanto para o planeta, já que colabora com um estilo de vida mais sustentável e menos descartável com os bens de consumo.

+ Sites e brechós para vender roupas e acessórios usados

+ Um roteiro pelas lojas de fábrica das marcas cariocas

Se você é uma novata na arte de garimpar brechós, preparamos uma série de dicas de especialistas no assunto – a consultora de imagem Juliana Burlamaqui, responsável pelo Personal Brechó; Carolina Lacerda, responsável pelo brechó on-line Breshop; e a consultora de moda Cintia Müller, do Styling4youtoo. Confira:

– Para comprar em brechó, em primeiro lugar, é importante ter paciência e olhar tudo com calma e atenção. Geralmente estes lugares são abarrotados de roupa e com uma variedade enorme de opção. Ir com pressa não rola!

– Atente para o estado da roupa e para a qualidade. Veja se a peça é durável e se ainda tem vida útil. Em bazares e brechós cuja curadoria deixa a desejar, garimpar pode ser uma arte, portanto, olho vivo nos bons negócios! Contudo, hoje já contamos com brechós que prezam pela qualidade e estilo, o que facilita bastante o seu trabalho.

– Jamais compre uma roupa sem experimentar, pois muitas das vezes aquela roupa, por não ser nova, já pode ter passado por algum ajuste.

– Considere ajustar e adaptar as peças. Estamos acostumados a fazer ajustes simples como bainha, mas nem sempre pensamos em, por exemplo, encurtar mangas ou adaptar uma peça infantil em feminina. Vá sem preconceito e veja a peça de forma mais abrangente, sem os rótulos que costumamos usar. Os ajustes podem ser grandes aliados para uma boa compra.

– É possível encontrar vários artigos de couro e você deverá prestar muita atenção no aspecto da peça. O couro deve estar limpo, hidratado e macio (mesmo as peças que apresentam um desgaste proposital).

– Se você está procurando acessórios únicos e cheios de personalidade, o brechó pode ser um lugar de grandes descobertas! Invista em pulseiras, brincos e colares diferentes.

– As bolsas são um capítulo à parte! Existem brechós especializados em artigos de luxo e você deve ter certeza que a peça está em bom estado! Normalmente, as boas lojas que trabalham com esses artigos já disponibilizam as fotos informando o estado da peça, se há desgaste, etc. Mesmo assim, vá à loja e analise toda bolsa. Veja se algum sinal de uso poderá comprometer a sua imagem. Não adianta comprar uma bolsa de marca renomada manchada, desbotada ou com um desgaste severo nos cantos do couro ou tecido. Resista a qualquer barganha desse tipo.

– Se a sua intenção for comprar importado procure saber se o brechó é de confiança e se todas as peças são originais. Bolsas como Chanel e Louis Vuitton, por exemplo, obrigatoriamente vêm com selo (número de série) de identificação e autenticidade colado na bolsa.

– Todo sapato, além da análise rigorosa externa, deve ser calçado. Procure andar pela loja e ver se alguma coisa incomoda. Lembre-se que as pessoas não apresentam a mesma maneira de andar e isso poderá comprometer a alma (peça que dá firmeza no caminhar e sustenta a planta do pé) do calçado.

– Procure checar há quanto tempo aquele brechó existe. Dê uma olhada geral na internet se tem alguma reclamação ou queixa contra a empresa. Se o brechó tiver loja aberta ao público, melhor ainda, pois as chances de não ser idôneo são bem menores.

– Brechós on-line: hoje temos uma boa oferta de lojas virtuais que oferecem roupas de segunda mão. Se você já sabe quanto veste em determinada marca, isso facilita sua vida. Porém, se for se aventurar por peças que não conhece a modelagem, não hesite em pedir as medidas, caso não estejam na descrição do produto. Além disso, lembre-se de que o comércio on-line é obrigado por lei a oferecer devolução do produto sem ônus para o comprador, o que significa que você pode devolver a peça por desistência, arrependimento ou insatisfação e não precisa pagar nada por isso. Algumas boas sugestões são os sites Breshop, Enjoei e Café Brechó.

– E, por último, negocie o preço, faça sua oferta. Muitas vezes a própria fornecedora topa dar um desconto para vender logo a peça.

Confira uma seleção de lojas da cidade onde é possível encontrar peças de segunda mão:

Brechó do Adylson

Há peças com bons preços, bom atendimento e não há distinção de marca. Uma bolsa Chanel original pode sair pelo mesmo valor de uma sem marca. Não à toa, o brechó é muito procurado por produtores de moda e donos de outros brechós da cidade que buscam peças para revender em suas lojas.

Rua das Laranjeiras, 21, loja 31, Laranjeiras. Tel: 2205-7260.

Brechó 1,2,3 Outra vez

A loja tem de tudo um pouco! Roupas para adultos e crianças, brinquedos, artigos de decoração, acessórios e mais. Trabalham com artigos em excelente estado de conservação e de marcas reconhecidas (nacionais e importadas). 

Avenida das Américas, 500, bloco 9, loja 129, Shopping Downtown, Barra da Tijuca. Tel: 3982-2123.

Vintage House

O charmoso brechó tem roupas, em sua maioria, estão impecáveis. Além de peças de marcas nacionais, é possível encontrar vestidos de festa, calças, sapatos, saias e bolsas de grifes internacionais de peso.

Rua Aristides Espínola, 121/303, Leblon. Tel: 3496-2177. (Também estão no Fashion Mall)

Personal Brechó

Trabalha com marcas renomadas nacionais e internacionais. Tem várias roupas em excelente estado e uma grande variedade de acessórios. Se você deseja uma bolsa de qualquer grife internacional, lá pode encontrar uma gama enorme de opções.

Avenida Ataulfo de Paiva, 706, sobreloja 302, Leblon. Tel: 3518-9947. (Também estão no Fashion Mall)

O Grito Bazar

Não podemos falar que O Grito é um brechó. Como o próprio nome denuncia, estamos falando de um bazar com uma seleção incrível de peças descoladas. Quem adora uma peça exclusiva deve prestar atenção nos eventos que O Grito faz na Comuna (espaço multicultural em Botafogo) e/ou participa pela cidade! Fique de olho na página deles no Facebook.

Petit Lily

Aberto em 2006, o brechó oferece peças grifadas, novas ou seminovas. A ideia é oferecer aos clientes coleções recentes de marcas nacionais e internacionais. Sapatos Manolo Blahnik, bolsas Balenciaga e jeans premium Diesel e Seven estão entre os itens mais procurados.

Rua Visconde de Pirajá, 550, loja 319, Ipanema. Tel: 2239-3707.

Anexo Vintage

Parada obrigatória de artistas e socialites cariocas, o brechó oferece vestidos, bolsas e sapatos novos e seminovos das marcas internacionais mais desejadas, como Gucci, Prada, Diane von Furstenberg, Pierre Cardin e Thierry Mugler.

Rua Marquês de São Vicente, 52, box 170 (fundos do Shopping da Gávea), Gávea. Tel: 2529-8253.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s