Aplicativos usam o mesmo mecanismo do Tinder para assuntos variados

Usuários podem curtir (ou não) produtos, comida, músicas e até animais disponíveis para adoção

Criado em outubro de 2012, o Tinder logo caiu no gosto dos brasileiros e já conta com mais de 10 milhões de usuários no país. Com um mecanismo fácil que promete facilitar a arte da paquera, o aplicativo funciona como uma espécie de cardápio, onde é possível arrastar para a direita ou para a esquerda as fotos de outros usuários para curti-los ou descarta-los. Se o interesse for mútuo, é possível começar uma conversa.

Inspirados no sucesso do aplicativo de paquera, outros programas começaram a usar o mesmo mecanismo para que o usuário possa escolher entre variados itens, como produtos, músicas, receita, vagas de emprego e até animais disponíveis para adoção. Conheça alguns dos programas que são uma espécie de derivados do Tinder:

+ Doze aplicativos de serviços que vão facilitar a sua vida

Tender

O aplicativo que reúne apaixonados pela culinária e exibe uma série de receitas para o usuário, as quais ele pode aprovar ou não. Assim como o Tinder, o login é feito pelo Facebook (ou por e-mail) e as fotos devem ser arrastadas para a direita ou esquerda para selecionar as preferidas. É possível ainda incluir filtros de idade e distância, além de especificar que tipo de fotos o usuário deseja ver – como, por exemplo, apenas sobremesas, bebidas ou pratos veganos. Os pratos aprovados são armazenados no Cookbook, um livro de receitas.

Disponível para iOS e Android.

Preço: grátis.

+ Aplicativos com receitas para cozinhar em casa

Lumi

LumiLumi

 (/)

O programa cria uma dinâmica de rede social com um toque de Tinder na leitura de notícias através do smartphone. Disponível apenas em inglês, ele usa informações do Twitter na primeira vez que que o app é acessado e passa a mostrar notícias de interesse tanto do usuário quando de seus amigos. Deslizando o dedo para a direita ou para a esquerda, é possível mostrar se a notícia lhe interessa ou não. Uma página reúne todas as manchetes aprovadas para que o usuário possa terminar a leitura.

Disponível para Android.

Preço: grátis.

Tradr

TradrTradr

 (/)

A ferramenta é integrada ao Facebook e coloca em contato entre as pessoas que querem comprar, vender ou trocar itens variados. Através do programa, é possível descobrir itens a venda nas redondezas e comprar coisas de amigos e vizinhos. Passando as teclas para os lados, o usuário pode curtir o que mais lhe interessa ou descartar os itens que não lhe apetecem.

Disponível para iOS.

Preço: grátis.

+ Dez aplicativos para economizar dinheiro

Au.Dote

Au.doteAu.dote

 (/)

O aplicativo é uma espécie de Tinder com o propósito de unir pessoas a cãezinhos em busca de um lar. O programa conta com uma série de ONG’s de proteção animal cadastradas (por enquanto, há apenas uma no estado do Rio), que exibem fotos dos cães disponíveis para adoção. No app, é possível ver um perfil de cada cãozinho, com informações como histórico de vacinas e características de personalidade. Através do sistema de buscas, é possível filtrar os animais por distância, sexo, idade e raça.

Disponível para iOS e Android.

Preço: grátis.

+ Cachorros ganham aplicativo de paquera no estilo Tinder

+ Dez aplicativos para amantes de animais

Choosic

ChoosicChoosic

 (/)

Para utilizar o programa, é preciso fazer login no Facebook e, em seguida, determinar os estilos musicais de seu interesse. O app, então, toca uma música por vez para que o usuário possa curti-la ou não, arrastando a tela para a direita ou para a esquerda. O banco de dados do Choosic foi construído a partir de 600 curadores e blogs sobre música e quanto mais o ele é utilizado, mais informações são armazenadas sobre o gosto musical do usuário.

Disponível para iOS.

Preço:

Switch

SwitchSwitch

 (/)

O app é uma espécie de Tinder de quem procura por emprego, reduzindo o processo à simples tarefa de arrastar para direita ou esquerda as vagas que estão de acordo ou não com o seu interesse. O aplicativo importa os dados do perfil do usuário no LinkedIn, eliminando a necessidade de recriar o currículo. Quando empresa e candidato mostram interesse mútuo, há um “match” e é possível começar um bate-papo e marcar uma entrevista.

Disponível para iOS.

Preço: grátis.

+ Dez dicas para quem busca uma vaga de estágio

Jobr

JobrJobr

 (/)

Também dedicado a empregos, o aplicativo se conecta com a conta do usuário no Linkedin, de onde puxa informações de currículo, histórico e áreas de interesse. A partir daí, ele conecta pessoas que estão procurando emprego a empresas com vagas disponíveis. Como no Tinder, surgem na tela oportunidades de emprego com foto, breve descrição da vaga e informações sobre a empresa. Se houver um interesse mútuo entre funcionário e empregador, uma janela de chat é aberta para que ambos conversem melhor. Na parte de preferências, o usuário pode filtrar as opções por faixa salarial, local de trabalho e áreas de atuação. Também é possível recomendar um amigo para uma vaga e, caso ele seja contratado, você ganha mil dólares como recompensa.

Disponível para iOS.

Preço: grátis.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s