COMER & BEBER 2018/2019: Comidinhas – Regionais

Confira a seleção dos melhores endereços dessa especialidade

Amazônia Soul. Há quase dez anos, o publicitário paraense Carlos Castilho Jr. busca levar um pouco de sua terra natal para Ipanema, num espaço com móveis de madeira, cerâmica marajoara e paredes de cimento queimado com detalhes em roxo. Por lá é possível provar o açaí trazido do Pará, gelado, batido com açúcar (sem guaraná, uma mania nossa) ou puro (R$ 19,90 o pequeno; R$ 27,90 o grande). A tapioca aparece em doze sugestões originais, como a de caranguejo e jambu (R$ 25,90) e a de vatapá à moda (R$ 23,90), preparada com menos dendê do que a versão baiana, nada de pimenta e bastante camarão seco. O vatapá aparece ainda no prato individual, ao lado de arroz branco (R$ 52,90), ou recheando pastéis (R$ 22,90, duas unidades). Outras opções de almoço são o clássico pato com tucupi (R$ 76,90) e a degustação em porções, que pode reunir vatapá, caranguejo, maniçoba e tacacá, pelo mesmo valor de um prato único. Sucos de frutas típicas, como cupuaçu, graviola e taperebá (R$ 13,90), podem fazer parte da visita. A dica doce é o sorvete Cairu (R$ 15,00 o potinho), mais uma delícia trazida de Belém.  

Asa Açaí. O geógrafo e empresário João Hermeto dedica-se a sabores da Amazônia no espaço onde funcionam um bistrô, uma loja e um centro de distribuição de produtos para outras casas da cidade. Filho de Ana Castilho, chef e dona do restaurante Aprazível, ele percorreu municípios do Pará e trouxe atrações como a castanha-de-caju de uma cooperativa de mulheres na cidade de Tailândia e o chocolate da região do Baixo Xingu. Tudo é vendido em embalagens para levar para casa. Lá mesmo, a estrela do cardápio é o açaí (R$ 13,00, na tigela de 250 mililitros). O pedido pode ser adoçado com xarope de guaraná ou açúcar orgânico, além de mel (por mais R$ 3,00) ou melado de cana (mais R$ 2,00). A granola da casa (R$ 5,00 a porção), criada por uma nutricionista, mistura catorze ingredientes. No menu de almoço há saborosos pratos a preço único (R$ 36,00), como o peixe fresco cozido em seu caldo com feijão-caupi e azeite de tucumã e o picadinho de filé-mignon em redução de tucupi e jambu com salada de feijão de santarém e aipim. Hermeto planeja oferecer em breve opções de café da manhã.

Tacacá do Norte. Posto avançado das delícias produzidas na região que carrega no nome, a antiga loja no Flamengo reúne clientes fiéis em torno do seu balcão. Um alerta se faz importante: o pagamento só é aceito em dinheiro. Devidamente prevenido, prove as imbatíveis unhas de caranguejo (R$ 9,00 a unidade), salgado empanado com a carne do crustáceo. O mesmo ingrediente abastece a avantajada casquinha coberta de farinha–d’água (R$ 27,00). Receita mais conhecida por aqui, o tacacá (R$ 27,00) é o caldo da goma da mandioca–brava (tucupi) com camarão e jambu. Para acompanhar, há sucos de frutas típicas, a exemplo de murici, taperebá (R$ 9,50 cada um), cupuaçu e bacuri (R$ 10,00 o copo). O verdadeiro açaí custa R$ 21,00 (400 mililitros). Para levar para casa, invista em pratos congelados que servem até três pessoas, como o pato no tucupi (R$ 70,00). Produtos originais são trazidos periodicamente e disputados. Tem sempre gente à espera da próxima leva de tucupi (R$ 22,00 o litro) e de peixes congelados, vendidos por quilo, como tambaqui (R$ 49,00) e filhote (R$ 56,00).  

Tapí. Base da alimentação indígena, a mandioca, produto genuinamente brasileiro, inspirou a marca surgida em 2014. De um food truck especializado em tapioca, o negócio evoluiu para a rede de lojas que chegou, no Centro, à quarta unidade. Explicam o sucesso as ótimas panquecas feitas de goma artesanal, fininha e crocante. Entre vinte recheios, a leve (R$ 16,00) reúne queijo de minas, tomate seco e rúcula na goma rosa, hidratada com suco de beterraba. Pedidas doces garantem a sobremesa: prove a de doce de leite com limão e flor de sal (R$ 12,00). Sugestão mais recente no cardápio, o cremoso açaí (R$ 15,00, 300 mililitros), trazido do Pará pela Ação Sustentável da Amazônia (ASA), não leva conservante e é adoçado naturalmente. Também há sucos naturais, como de tangerina e graviola, vendidos por R$ 8,00. Outras sugestões preparadas com mandioca incluem bolo (R$ 8,00) e pão de queijo (R$ 8,00, quatro unidades).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s