COMER & BEBER 2018/2019: Comidinhas – Empórios Gourmet

Confira a seleção dos melhores endereços dessa categoria

carla-trindade_divulgacao.jpeg Sabores da terrinha na Mercearia da Praça

Sabores da terrinha na Mercearia da Praça (Carla Trindade/Divulgação)

Casa Carandaí. Paraíso gourmet, o endereço reúne em um só lugar delicatessen, rotisseria, adega, empório e café. A área de padaria, que já vinha conquistando elogios por acertos como a baguete (R$ 9,20, 200 gramas), enfileirou novidades nos últimos meses. Um exemplo: a linha de pães de fôrma com seis tipos, como petrópolis (R$ 18,90), banana-passa com castanha-do-pará (R$ 25,00) e doze grãos (R$ 18,90). Também recém-saída do forno, a coleção preparada com fermento natural — o levain, produzido por lá com caldo de cana — resulta em receitas como a de nozes com passas (R$ 24,00, 300 gramas), de sabor adocicado, e a de chia (R$ 22,00, 450 gramas), um pouco mais ácida. Carro-chefe, a baguete ganhou uma versão integral (R$ 9,90, 200 gramas). Na linha de produção própria, prove ainda os deliciosos grissini de alho (R$ 17,80, 150 gramas).

Deli Delícia. Ofertas não faltam: com cinco lojas na cidade, a marca tem produção própria de pães, tortas, doces e outras guloseimas. Mais comes e bebes gourmets, como geleias, castanhas, vinhos e cervejas, além de utensílios de cozinha, ocupam as gôndolas. Se a ideia for aproveitar a manhã em uma das mesas do bistrô, peça a cestinha de pães rústicos (R$ 9,00), dos tipos campanha, multigrãos e preto, com manteiga e geleia, na companhia de expresso (R$ 5,00) ou chocolate quente (R$ 8,00). A omelete de ervas frescas (R$ 12,00) combina bem com sucos, como a limonada suíça (R$ 9,00). Na cozinha comandada pelo chef Daniel Lameirão são preparados refeições e sanduíches. O pastrami com queijo gruyère, picles de cebola e maionese de Dijon no pão preto (R$ 32,00) pode ser comido na hora ou levado para casa. Outra pedida de lanche rápido é a pizza (a caprese média custa R$ 60,00). Para terminar, adoce o percurso com uma leve e fresca salada de frutas (R$ 9,90).

Delly Gil. O estabelecimento tradicional exibe mais de 3 000 itens em seus 150 metros quadrados de área. A oferta vai de embutidos ibéricos a azeite e bacalhau (carro-chefe, o tipo imperial gadus morhua, a R$ 139,00 o quilo, é encomendado até pelo Consulado da Noruega). Entre preciosidades, como caviar Beluga (R$ 980,00, 50 gramas) e hadoque escocês verdadeiro (R$ 189,00 o quilo), encontram-se achados do proprietário, como o mix trufado (R$ 199,00 o quilo) de castanhas, macadâmias e amêndoas. Sábado é dia de tender e pernil assados rechearem saborosos sanduíches cobrados por quilo (R$ 79,00). Outros sandubas são servidos todos os dias na baguete ou na ciabatta trazidas do Talho Capixaba. Da adega de 900 rótulos, uma dica é o R de Romaneira, do Douro (R$ 99,00) — quinta, aliás, é dia de degustação de vinho. Na Cobal do Leblon desde a década de 70, o proprietário Gilmar Pirozzi, o Gil, começou a vida por lá vendendo frutas com os irmãos e hoje toca o negócio ao lado da filha Lívia.

La Fruteria. Caroline e Thamyris Scarpinelli começaram o negócio com uma pequena loja em Ipanema. Herdeiras do grupo Benassi, o maior distribuidor de hortifrúti do país, as irmãs investiram no conceito de butique de frutas, vendidas por quilo ou na forma de saladas no copo (R$ 8,00, R$ 10,00 com granola), mas entregam bem mais do que isso. Desde o ano passado em espaço maior, abastecem despensas com vegetais frescos, grãos, ovos, frios e outros produtos de pegada saudável, além de tocar uma cafeteria. Ali, o expresso orgânico (R$ 6,00) da Fazenda Camocim pode acompanhar o bolinho assado de batata-doce com palmito pupunha (R$ 10,00) ou pães de queijo de búfala e de cabra (R$ 12,00, cinco unidades) da marca carioca ThinkFit. O bem-casado low carb de paçoca (R$ 16,00 a fatia) é a pedida doce. A casa abre dois domingos por mês, no segundo e no último, quando promove uma feirinha com seus fornecedores.

Le Dépanneur. É reduto de produtos gourmets, como azei-tes, compotas, embutidos e vinhos, além de alimentos de fabricação própria. Pertencem à segunda lista pães multigrãos (R$ 6,90 a unidade) e rústicos (R$ 4,90 o pequeno; R$ 7,50 o grande), focaccia caprese ou calabresa (R$ 7,90 cada uma) e minibaguetes com gergelim ou queijo (R$ 3,90 cada uma). Na ala doce, chamam atenção o palmier gigante (R$ 10,90) e o croissant recheado de Nutella e morango (R$ 7,90). Um bom programa para a varanda da unidade de Botafogo — a rede tem dois pontos no Rio e um em Niterói — é o café da manhã. A versão mais completa oferece cesta de pães, presunto ou peito de peru, queijo, iogurte com granola, bolo da casa e outros seis itens por R$ 49,90. Para qualquer hora do dia, o menu exibe crepes, saladas, sanduíches e massas, como o saboroso nhoque de batata-baroa com molho branco, alho-poró e camarões (R$ 43,90).  

Mercearia da Praça. Perto da Praça General Osório, a casa acolhe tanto clientes que vão comprar produtos de empório (vinhos de Portugal e do Mercosul, enchidos e azeites) quanto quem decidir consumir alguma coisa por lá mesmo. A inspiração portuguesa é evidenciada pelos azulejos que enfeitam a fachada. Dois destaques entre os tira-gostos são o bolinho de bacalhau (R$ 7,90, simples; R$ 11,90, recheado de queijo da Serra da Estrela) e a salada de polvo (R$ 19,90, 100 gramas). Outra pedida, o fish & chips (R$ 32,90) reúne tiras de bacalhau empanado em especiarias e batatas fritas fininhas escoltadas por aïoli de coentro. Na ala principal, tem boa relação entre custo e benefício a lasanha de bacalhau (R$ 45,90), em porção farta que pode ser dividida, se a fome não for muita. Para adoçar, prove a não menos robusta rabanada dos sonhos (R$ 17,90), recheada de creme de confeiteiro. De segunda a sexta, das 17h às 19h30, a pedida da happy hour é a tábua com 300 gramas de queijos, pão rústico e uma garrafa de vinho (R$ 99,00).

Organimix. Com área superior a 1 000 metros quadrados, o lugar impressiona não somente pelo tamanho, mas, em especial, pela variedade. A oferta ultrapassa 5 000 produtos orgânicos, uma lista que vai de pães frescos e vinhos a itens de limpeza, incluindo, é claro, hortifrutigranjeiros. O complexo, inaugurado em dezembro passado, é a primeira loja física do mercado virtual homônimo, criado em 2012, uma das maiores plataformas de venda on-line neste segmento no Brasil. Para efeito de comparação, pode-se dizer que se trata da versão carioca da Whole Foods Market, a gigantesca rede fundada nos Estados Unidos. Aqui só entram no catálogo produtos integrais, naturais, sem gordura vegetal hidrogenada, aromatizantes, corantes nem adoçantes artificiais. Um espaço gourmet oferece intensa programação de oficinas. Além de realizar compras, é possível consumir no local boa variedade de comidinhas, fornecidas através de empresas parceiras. Levam a marca da Le Botteghe di Leonardo, por exemplo, ótimos sorvetes em sabores como stracciatella com amarena (R$ 13,00, duas bolas). Da Taba du Pain, as pedidas são pizzas com massa de longa fermentação — a fatia da margherita custa R$ 12,00. Outra dica apetitosa, o club sandwich (R$ 15,00) é recheado de peito de peru, alface, tomate, acelga, maionese artesanal e farofa de bacon. Tudo orgânico, é óbvio.

Sítio do Moinho. Primeira das duas lojas da marca no Rio, a unidade do Leblon tem espaço diminuto e mesas na calçada muito procuradas para o café da manhã aos sábados (R$ 72,00, para dois). O serviço inclui bebidas quentes, iogurte com granola, cesta de pães assados na hora, manteiga, frios e ovos mexidos, além de bolo e fruta do dia. Por lá também beliscam-se empadinhas de berinjela, queijo, cenoura ou alho-poró (R$ 6,00 cada uma), boa companhia para o suco de laranja fresquinho (R$ 9,50, 300 mililitros). Por ser calcado em ingredientes orgânicos, o cardápio pode sofrer alterações, devido à ausência temporária de alguns produtos. A ampla filial da Barra tem vocação de bistrô: as refeições são servidas nas mesas, entre as prateleiras com produtos à venda. Nas duas unidades o lanche é garantido por pedidas como o queijo quente com o tipo minas frescal (R$ 15,00 o simples) e minibolos, como de fubá e de abobrinha com nozes (R$ 5,50 cada pedido). A propósito: os pontos cariocas são postos avançados da produtora rural Dick e Ângela Thompson em Itaipava. 

Veg+. Criado em agosto de 2017, o empório natural já soma oito lojas no Rio. A variedade de artigos para dietas específicas — vegana, vegetariana, ovolactovegetariana, orgânica, fit, sem glúten ou sem lactose — é seu trunfo. Entre 2 500 itens à venda figuram snacks, pães, cereais e oleaginosas, além de bebidas e comidinhas para uma refeição rápida. Dica salgada, a coxinha de brócolis (R$ 7,00) leva massa de farinha de arroz. A fatia da torta de chocolate, também isenta de insumos de origem animal, custa R$ 8,00. O sorbet de açaí orgânico da La Naturele (R$ 39,90, 420 gramas) pode ser levado para casa

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s