Imagem Blog

Solta o som Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Aqui cabe de tudo: do popular ao alternativo, do clássico ao moderno. Confira as novidades, bastidores e críticas sobre o que acontece no mundo da música dentro e fora do Rio de Janeiro
Continua após publicidade

Joãozinho P***a

John Donovan nasceu no Recife – o sobrenome é herança de um avô irlandês e o nome artístico também é anglófono: Johnny Hooker, algo como “Joãozinho P***a”, lá na terra dele, vai dividir a noite de sexta (1º) no Circo Voador, a partir das 22h, com outra atração da cena pernambucana, Karina Buhr (80 reais […]

Por Pedro Tinoco Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 25 fev 2017, 17h28 - Publicado em 30 jun 2016, 22h22
Johnny em foto de David  Ferreira Santos: visual andrógino e repertório inspirado

Johnny em foto de David Ferreira Santos: visual andrógino e repertório inspirado

John Donovan nasceu no Recife – o sobrenome é herança de um avô irlandês e o nome artístico também é anglófono: Johnny Hooker, algo como “Joãozinho P***a”, lá na terra dele, vai dividir a noite de sexta (1º) no Circo Voador, a partir das 22h, com outra atração da cena pernambucana, Karina Buhr (80 reais o ingresso cheio). Basicamente, ele é o cara, com seu visual andrógino e o repertório pop de bordel que reuniu no ótimo disco de estreia, Eu Vou Fazer uma Macumba pra Te Amarrar, Maldito!, lançado em 2015. Da linhagem de Ney Matogrosso, Edy Star e David Bowie, não necessariamente nessa ordem, Hooker nasceu para ser artista. Em casa, contou com o apoio dos pais, o artista plástico (pintor, gravador, fotógrafo) Gil Vicente e a cineasta Liz Donovan. Moleque ainda, aparece em uma ponta no filme Baile Perfumado (1997), de Lírio Ferreira e Paulo Caldas (no site do Imdb, ou Internet Movie Data Base, está lá, nos créditos, John Donovan como “the boy”). É na música que ele solta a franga, mas o versátil Johnny já fez novela (foi o músico Thales em Geração Brasil, exibida pela Globo em 2014) e dirigiu um curta, Classic. Em outro longa, Tatuagem (2013), aparece como um cantor e interpreta Volta, uma das faixas do disco, que você acompanha no incandescente clipe abaixo, já visualizado por mais de 1,6 milhão de criaturas no YouTube.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=3ZaOZInmSDo?feature=oembed&w=500&h=281%5D

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.