Imagem Blog

Otavio Furtado

Por Otavio Furtado, jornalista e consultor de diversidade & inclusão
Continua após publicidade

Para 57% dos brasileiros empresas têm preconceito em contratar LGBTs

Levantamento mostra ainda que 44% dos LGBTs já sofreram preconceito no ambiente de trabalho

Por otavio_furtado Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 28 jul 2023, 10h11 - Publicado em 28 jul 2023, 07h53

O mercado de trabalho ainda continua sendo um grande desafio para pessoas LGBTQIA+. E os obstáculos começam antes mesmo de conseguir emprego. Para a maioria (57%) dos brasileiros as empresas têm preconceito em contratar LGBTs. É o que aponta o estudo Oldiversity do Grupo Croma, referência em pesquisas sobre diversidade e inclusão.

Quando é feito o recorte na pesquisa com apenas respostas de pessoas que se identificaram como parte da comunidade a percepção é ainda pior, com 63% dos respondentes acreditando nesse preconceito por parte das empresas.

Ainda, 44% dos LGBTs que participaram da pesquisa afirmam já ter sofrido preconceito por sua orientação sexual em ambiente de trabalho. Toda essa preocupação leva 45%, segundo pesquisa da Catho, a não revelar sua orientação sexual nas empresas em que trabalham.

Apesar disso tudo, o otimismo no futuro é grande. Mais da metade (52%) das pessoas queer acreditam que as marcas e empresas estão se adequando para atender as necessidades da comunidade LGBTQIA+. Além disso, 62% dos respondentes LGBTs acreditam que as políticas públicas do atual governo irão ajudar na melhoria quanto ao preconceito.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que além de contratar é preciso acolher essas pessoas. O número de profissionais LGBTQIA+ com graves níveis de ansiedade ou depressão é praticamente o dobro quando comparado aos heterossexuais, segundo a Pesquisa Global de Atitudes de Benefícios da WTM. 

Promover um ambiente mais inclusivo e diverso é ter maior chance de retorno financeiro, segundo a percepção de mais da metade dos entrevistados pela consultoria McKinsey & Company na América Latina. O mesmo levantamento apontou que 72% dos entrevistados têm a tendência de permanecer por mais tempo nas empresas acolhedoras.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.