Imagem Blog

Otavio Furtado Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por Otavio Furtado, jornalista especializado em pautas LGBTQIA+
Rio LGBTQIA+
Continua após publicidade

Festival Internacional de Cinema Feminino exibe obras queer

Evento com entrada gratuita acontece no Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB

Por otavio_furtado Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
12 dez 2023, 08h26

De 13 a 18 de dezembro o Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB (Rua Primeiro de Março, 66 – Centro) recebe a 14ª edição do FEMINA – Festival Internacional de Cinema Feminino. Entre os mais de 30 filmes, entre curtas, longas, documentários e de ficção há cinco obras queer. A entrada é franca e são exibidos apenas produções dirigidas por mulheres cis, trans e pessoas não-binárias de 35 países e de oito estados brasileiros.

“Em todas as edições do Femina recebemos para nossa seleção filmes com temática LGBTQIA+, e exibir essas produções faz parte dos objetivos do festival de divulgar e promover o protagonismo mais diversos no audiovisual”, explica Paula Alves, Diretora e Produtora do festival.

Paula lembra que em 2004, quando surgiu o FEMINA, os festivais que dedicados aos filmes com temáticas LBGTQIA+ exibiam em sua maioria filmes com protagonistas gays masculinos. O Festival Internacional de Cinema Feminino tem como objetivo divulgar e promover o trabalho das mulheres no cinema e na cultura, tendo sido o primeiro a falar sobre questões de gênero, além de exibir, desde 2006, filmes de pessoas trans e não-binárias.

“As lésbicas eram invisibilizadas. Então, começamos a dar espaço para filmes com temática e protagonismo lésbico. Com o passar dos anos, as mulheres e homens trans e pessoas não-binárias também ganharam espaço no FEMINA (tanto na temática dos filmes, como na direção deles)”, lembra Paula.

Confira abaixo a lista de filmes LGBTQIA+ do festival:

Continua após a publicidade

Tous les oiseaux ne savent pas voler (Nem todos os pássaros podem voar)
Ficção, 20min, cor, Bélgica, 2022
13 de dezembro (16h)
Sinopse: Alice é uma jovem cuidadora de vinte e poucos anos que trabalha em um zoológico. Neste microcosmo fervilhante e burlesco, ela se sente fora de sintonia com o mundo ao seu redor e se identifica mais com os animais do que com os outros humanos. Especialmente com um pequeno pinguim fugitivo que ela suspeita ser capaz de voar. Uma noite, ela se encontra trancada após o horário de fechamento e conhece Luna, uma ativista que invadiu o zoológico para agir contra o cativeiro de animais.

Malqueridas
Documentário, 74min, cor, Chile-Alemanha, 2023
13 de dezembro (16h30)
Sinopse: Elas são mulheres, mães e detentas que cumprem longas penas num centro correcional no Chile. Seus filhos crescem longe, mas permanecem no coração dessas prisioneiras. No cárcere, encontram apoio em outras mulheres que compartilham a mesma situação. O apoio mútuo entre elas torna-se uma forma de resistência e empoderamento neste documentário que constrói essas histórias por meio de imagens captadas com celulares dentro do presídio, recuperando a memória coletiva de uma comunidade esquecida.

Warsha
14 de dezembro (16h)
Ficção, 16min, co, Líbano-França, 2022
Sinopse: Mohammad é operador de guindaste e trabalha em Beirute. Certa manhã, ele se voluntaria para enfrentar um dos guindastes mais altos e notoriamente mais perigosos do Líbano. Longe dos olhos de todos, ele é capaz de viver sua paixão secreta e encontrar a liberdade.

Sua majestade, o passinho
14 de dezembro (18h15)
Documentário, 22min, cor, PE, 2022
Sinopse: Entre os morros e as vielas das periferias do Recife ecoam gritos de crianças, música gospel, pontos de orixás e batidas de brega funk. E é no ritmo do “passinho dos malokas” que jovens periféricos estão transformando a cena artística da cidade e fazendo-se conhecidos nas redes e no mundo.  Uma música, uma dança. Uma cultura atravessada por questões sociais, econômicas e de gênero.

Continua após a publicidade

Y
15 de dezembro (16h)
Animação, 7min, p&b, Croácia, 2023
Sinopse: Um papel vazio retrata uma luta entre composição artística e decomposição enquanto a voz da narradora-protagonista relembra seu tumultuado relacionamento com uma ex-namorada.

FEMINA – Festival Internacional de Cinema Feminino
Quando: 13 a 18 de dezembro
Onde: Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB (Rua Primeiro de Março 66, Centro)
Ingressos: Gratuitos, disponíveis a partir das 9h do dia de cada sessão, na bilheteria física ou no site do CCBB

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.