Imagem Blog

Otavio Furtado

Por Otavio Furtado, jornalista e consultor de diversidade & inclusão Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Continua após publicidade

Espetáculo discute a construção da masculinidade tóxica

Fortaleza estreia no próximo dia 02/03 no Espaço Abu, em Copacabana

Por otavio_furtado Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
28 fev 2024, 08h25

Estreia no próximo dia 02/03, no Espaço Abu (Av. Nossa Sra. de Copacabana, 249 – loja E – Copacabana), a peça Fortaleza. Com texto de José Pedro Peter, que também estará em cena, o espetáculo discute a construção da masculinidade tóxica a partir do ponto de vista do personagem que reproduz esse comportamento.

“É uma história que já foi contada outras vezes, só que meu jeito de contar é a partir do ponto de vista do agressor. Colocando foco no que se passa na cabeça dessa pessoa”, explica o autor que faz questão de destacar que seu texto não tenta passar pano para as atitudes preconceituosas.

Fortaleza narra a história de dois amigos de infância que veem sua amizade acabar por causa de preconceitos, inseguranças e pressões externas. Fruto de uma educação rígida e de um pai extremamente preconceituoso, PH (Carlos Marinho) se torna um homem de 35 que carrega uma culpa por perder o seu até então amigo inseparável Bruno (José Pedro Peter) na adolescência, por conta de de seu ponto de vista preconceituoso e machista herdado do pai.

“Há uma cena em que Bruno confessa que gosta de Cazuza e o amigo diz que ele está errado, que não pode gostar de um cantor gay que tem uma doença”, destaca Carlos.

Continua após a publicidade

O espetáculo se propõe a levantar questionamentos e reflexões a respeito da masculinidade tóxica, mas deixa que cada espectador faça a sua interpretação. “Provavelmente a grande questão que ficará na cabeça das pessoas é de o PH tem redenção. Existe espaço para redenção do agressor?”, destaca José Pedro.

Fortaleza fica em cartas no Rio até o dia 01/04, com sessões aos sábados, domingo e segundas (20h). Os ingressos custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia entrada) e podem ser comprados online.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.