Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Histórias do futebol carioca Por Blog

O Maracanã de Niemeyer

O Brasil perdeu um de seus maiores personagens, com a morte do arquiteto Oscar Niemeyer. Autor de inúmeros projetos de todos os tipos em diversos lugares do mundo, construídos nos últimos 80 anos, nem sempre Niemeyer apresentou a melhor solução, como por exemplo no concurso de projetos para o estádio de futebol a ser construído […]

Por Bruno Salles Atualizado em 25 fev 2017, 19h17 - Publicado em 6 dez 2012, 03h03

O Brasil perdeu um de seus maiores personagens, com a morte do arquiteto Oscar Niemeyer. Autor de inúmeros projetos de todos os tipos em diversos lugares do mundo, construídos nos últimos 80 anos, nem sempre Niemeyer apresentou a melhor solução, como por exemplo no concurso de projetos para o estádio de futebol a ser construído para a Copa do Mundo de 1950.

Niemeyer declarou inúmeras vezes que o projeto vencedor, da equipe formada por Waldir Ramos, Raphael Galvão, Miguel Feldman, Oscar Valdetaro, Orlando Azevedo, Pedro Paulo Bernardes Bastos e Antônio Dias Carneiro, era, na opinião dele, um primor.

Nem o belo traço de Niemeyer superava o fantástico projeto original do Maracanã, demolido para a Copa 2014.

Veja, por exemplo, o que disse Niemeyer a Geneton Moraes Neto, em entrevista concedida nos anos 90.

“[…] Geneton: O senhor – que gosta de futebol – participou do concurso para escolha do projeto para a construção do estádio do Maracanã. Como seria o Maracanã de Oscar Niemeyer?

Niemeyer: O meu estádio seria pior. Naquele tempo,a ideia que tínhamos de arquitetura em relação a estádio de futebol era fazer uma única arquibancada do lado em que o sol não batesse na cara do espectador. Depois,ao começar a frequentar estádios,vi como era importante existir arquibancada também do outro lado. O sujeito vê o campo, vê o jogo, mas precisa ver também a alegria do estádio! Então, um estádio circular, como o Maracanã, é a solução melhor […]”

Niemeyer, que pode-se dizer, entendia de projeto, considerava que o anel do Maracanã era “a solução melhor”. Os responsáveis pela reconstrução do estádio não concordam, tanto que o formato deixará de ser esse.

O Blog reverencia a mentalidade e o coração de Niemeyer e o ótimo projeto original do Maracanã.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês