Imagem Blog

Histórias do futebol carioca

Por Blog
Continua após publicidade

Decisões do centenário Palmeiras contra os quatro grandes cariocas

O Palmeiras está completando nesta terça, 26 de agosto, cem anos de fundação, e o Blog relembra as decisões ou jogos de títulos do centenário Alviverde Imponente contra os quatro grandes cariocas. Botafogo 0×0 Palmeiras, Morumbi, decisão do Brasileiro 1972: No começo dos anos 70 o Botafogo tinha um ótimo time que não conseguia conquistar […]

Por Bruno Salles
Atualizado em 25 fev 2017, 18h33 - Publicado em 27 ago 2014, 04h09

O Palmeiras está completando nesta terça, 26 de agosto, cem anos de fundação, e o Blog relembra as decisões ou jogos de títulos do centenário Alviverde Imponente contra os quatro grandes cariocas.

Botafogo 0×0 Palmeiras, Morumbi, decisão do Brasileiro 1972: No começo dos anos 70 o Botafogo tinha um ótimo time que não conseguia conquistar títulos. Em 1971 foram duas derrotas em decisões, no Carioca para o Fluminense e no Brasileiro, com derrotas para o São Paulo e para o campeão Atlético-MG no triangular decisivo. Em 1972, nova presença na decisão do Brasileiro, em jogo único contra o Palmeiras, que jogava pelo empate por ter melhor campanha, e segurou o 0×0 para garantir o título.

Vasco 0×0 Palmeiras, Maracanã, decisão do Brasileiro 1997: Comandado por Edmundo o Vasco fez uma campanha avassaladora até chegar a decisão contra o Palmeiras de Felipão, quando foi menos ousado que havia sido até ali e segurou dois empates sem gols, o suficiente para conquistar a taça, na decisão que ficou famosa pela presepada de Edmundo, que recebeu o terceiro amarelo e forçou a própria expulsão no jogo de ida, foi julgado e absolvido durante a semana, e pode jogar o jogo de volta.

Lê comemora o gol que do título da Mercosul 1999

Lê comemora o gol que do título da Mercosul 1999

Continua após a publicidade

Flamengo 3×3 Palmeiras, Parque Antártica, decisão da Mercosul 1999: A primeira providência do Flamengo depois da eliminação do Brasileiro daquele ano foi dispensar Romário. Sem seu craque e em meio à crise por mais uma campanha ruim no campeonato nacional, o Flamengo superou Peñarol e Palmeiras e, contrariando todas as expectativas, conquistou seu primeiro título internacional depois da Era Zico. O jogo de ida, vencido por 4×3, foi disputado em um Maracanã praticamente vazio, devido a diversas interdições, necessárias para as obras de colocação de cadeiras com vistas ao Mundial de Clubes, que seria disputado dali a poucas semanas.

Juninho vibra, Romário provoca e o Vasco comemora a virada e a taça

Juninho vibra, Romário provoca e o Vasco comemora a virada e a taça

Vasco 4×3 Palmeiras, Parque Antártica, decisão da Mercosul 2000: Descer para o intervalo perdendo o jogo decisivo do campeonato por 3×0, na casa do adversário, normalmente significa perda do título. Não para aquele Vasco, de Romário, Juninhos Paulista e Carioca e Viola. A reação começou com dois gols de Romário, pareceu que ia parar após a expulsão de Junior Baiano, mas prosseguiu, mesmo com o Vasco com um a menos, com Juninho Paulista empatando aos 40, Romário virando aos 48, e o Time da Virada campeão, em uma das maiores decisões de todos os tempos.

Continua após a publicidade
Botafogo voltou para primeira divisão mas encerrou campanha levando goleada

Botafogo voltou para primeira divisão mas encerrou campanha levando goleada

Botafogo 1×4 Palmeiras, Parque Antártica, última rodada da 3ª fase (quadrangular final) da Série B 2003: Até então os grandes rebaixados (Grêmio em 1991 e Fluminense entre 1996 e 1998) voltavam à primeira divisão com algum tipo de ajuda, nunca dois grandes haviam jogado a segunda divisão na mesma temporada e em 2003 somente duas equipes subiriam. Por tudo isso Palmeiras e Botafogo jogaram todo aquele campeonato sob muita pressão. No quadrangular final, contra Marília e Sport, os dois grandes conseguiram conquistar os pontos suficientes para garantir o acesso na penúltima rodada e jogaram entre si na última só para comemorar o sucesso. O Palmeiras, além da vaga tinha conquistado o título e jogou a última partida em casa, por isso comemorou mais que o Botafogo, ainda mais com a categórica vitória por 4×1.

Fred fez dois, Flu venceu e comemorou o título com três rodadas de antecipação

Fred fez dois, Flu venceu e comemorou o título com três rodadas de antecipação

Continua após a publicidade

Fluminense 3×2 Palmeiras, Presidente Prudente, 35ª rodada do Brasileiro 2012: O Atlético-MG começou o campeonato de forma arrasadora, mas o tricolor também fazia grande campanha e quando o Galo diminuiu o ritmo, assumiu a liderança a até abriu uma folga, suficiente para conquistar o campeonato com três rodadas de antecipação, graças a um gol de Fred no fim do jogo e aos pontos perdidos pelo Atlético-MG no empate com o Vasco em São Januário. O Palmeiras estava “sem teto” por conta da reforma do Parque Antártica, por isso mandou o jogo em Presidente Prudente, e aquela derrota, somada à tantas outras, levou o clube ao rebaixamento para segunda divisão.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.