Imagem Blog

Fabiane Pereira Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Fabiane Pereira, jornalista
Continua após publicidade

Novabrasil estreia cinco programas na “Faixa das Dez” (22h às 23h)

A maior rede de rádio de promoção de música brasileira do dial se rende a diversidade sonora contemporânea

Por Fabiane Pereira Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 27 fev 2023, 14h19 - Publicado em 27 fev 2023, 14h18

Há alguns anos, enquanto dava ao meu cérebro o falso prazer de rolar a tela do celular sem parar, fui impactada por um post. Pois é, às vezes, acontece. O post trazia a seguinte frase: “Não dispute espaço. Amplie o espaço. Ao chegar lá, faça caber mais gente”. Como diz os jovens descolados, essa frase “alugou um triplex na minha cabeça”. Passei dias pensando, meses estruturando, anos buscando ampliar meu olhar e na próxima segunda, dia 6 de março, os ouvintes da Novabrasil poderão acompanhar um pouco dessa minha busca com a estreia do projeto “Faixa das Dez”.

Ele consiste em ampliar a pluralidade musical da grade da Novabrasil, a maior rede de rádio de promoção de música brasileira. Cinco novos programas fazem parte desta faixa e, diariamente, entre 22h e 23h, um deles vai ao ar comandado por um apresentador diferente:

2ª feira: Vozes da Vez, apresentado por mim. O programa consiste num rádio-talk-show semanal que celebra as novidades da cultura brasileira. Por meio de entrevistas intimistas e divertidas, vou conduzir o ouvinte a uma experiência sonora repleta de boas histórias com personalidades da música, do cinema, do esporte, da literatura, da política, da ciência e das artes em geral. Na estreia, a atriz, escritora e apresentadora Fernanda Torres que está à frente do podcast “A Playlist da Minha Vida”, original Deezer, conversa comigo sobre sua trajetória e a experiência de comandar um programa de entrevistas em áudio.

3ª feira: Reclame, apresentado pela dupla Julianne Trevisol e Emerson Souza. O programa une música, mercado de propaganda, entretenimento e marketing.

4ª feira: +Preta, apresentado por Adriana Couto.  O programa leva para o rádio músicas cantadas e/ou compostas por artistas negros brasileiras de diferentes gerações. O programa embarca na diversidade da produção contemporânea, mas não perde a chance de apresentar clássicos e raridades. Sem preconceitos e com muito afeto o +PRETA celebra a beleza e força criativa da música brasileira a partir da experiência de uma pessoa negra. Na estreia, a cantora e compositora Xênia França.

Continua após a publicidade

5ª feira: Vitrine, apresentado por Lívia Nolla. O programa chega na grade da Novabrasil para celebrar os novos talentos da música brasileira. Nomes expoentes da nossa música ganharão espaço e destaque na programação da rádio. Na estreia, MC Sofia.

6ª feira: Sons da Nova, apresentado por Tássia Reis.  Aqui você, ouvinte de rádio, vai encontrar as experimentações sonoras e texturas musicais que sempre quis ouvir. O programa vai mapear as tendências rítmicas das cinco regiões do país. A cada dois meses, o Sons da Nova terá um novo apresentador com total liberdade para fazer a programação musical baseado em suas vivências e experiências. A cantora e compositora Tássia Reis estreia na apresentação e permanece a frente do microfone durante os meses de março e abril. Em maio, o jornalista e roteirista Pedro Henrique França assume o programa.

 

O rádio é um meio predominantemente masculino, que na maioria das vezes não abrange a pluralidade e a diversidade da nossa música. Falarei mais sobre isso em outra coluna. O fato é que quando comecei a trabalhar em rádio, não tinha a menor ideia da responsabilidade que estava por vir. O veículo é ouvido por 83% da população brasileira, segundo levantamento recente feito pela Kantar IBOPE Media. Três a cada cinco pessoas escutam rádio todos os dias. É gente à beça.

Continua após a publicidade

Com esse novo projeto, a Novabrasil amplia sua capacidade de impactar seus ouvintes promovendo mais diversidade sonora em sua grade de programação. Única rádio no país a receber o selo IGUAL da Woman’s Music Event – plataforma que reconhece e destaca iniciativas que promovem a equidade de gênero no mercado da música –, a Novabrasil também quer promover vozes e curadorias femininas.

Seremos cinco mulheres à frente do microfone, de segunda a sexta, das dez às onze da noite, numa rádio que alcança mais de 450 cidades em todo país. Isso tem uma importância muito grande não apenas para a Novabrasil como para todo mercado da música que ainda é muito masculino.

Mulheres, uni-vos e, sempre que puderem, façam caber mais gente.

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.