Daniel Sampaio

Por Daniel Sampaio: advogado, ativista do patrimônio, embaixador do turismo carioca e fundador do Instagram @RioAntigo
Continua após publicidade

Registros do passado: família paulista passeia pelo Rio de Janeiro de 1970

Pai, mãe e filha paulistanos foram da Urca até a Barra em uma tarde de setembro há quase 53 anos

Por Daniel Sampaio
2 jun 2023, 12h10

As imagens mostram uma família (pai, mãe e filha) de São Paulo, capital, visitando a nossa cidade. Era setembro e o Brasil havia recentemente conquistado o tricampeonato na Copa do México. O nosso país era, como de costume, um lugar de muitas contradições.

A ditadura estava no seu auge, com censura, prisões, exílios e tortura comendo solto nos porões dos quartéis. Por outro lado, a classe média estava animada, embalada pelo rápido crescimento do “milagre econômico” e pelo discurso oficial do “este é um Brasil que vai pra frente”. A cidade do Rio, que há dez anos havia deixado de ser a capital, tinha pouco mais da metade da população que tem hoje e suas ruas eram, de fato, mais tranquilas e seguras. 

No passeio, a família foi à Praia Vermelha, tirando uma foto na Praça General Tibúrcio, e logo foram a Ipanema, a praia chique de então. Lá fizeram fotografias em frente ao comércio tão popular e colorido de brinquedos de plástico e junto às pequenas dunas que ficavam bem próximas ao calçadão.

Parada em Ipanema: à esquerda, filha posa para foto em frente ao comércio de brinquedos de plástico; à direita, pai e filha diante das dunas
Parada em Ipanema: à esquerda, filha posa para foto em frente ao comércio de brinquedos de plástico; à direita, pai e filha diante das dunas (Blog "Cariocadorio"/Arquivo pessoal)

Naquela fria tarde de inverno há quase 53 anos, a menina vestia um modelito de “couro molhado”, bem na moda da época. 

Continua após a publicidade

Na primeira foto, vemos um austero Aero-Willys desfilando tranquilo pela avenida Vieira Souto e, como não podia faltar, aquela esculhambação carioca de sempre: um Karman-Ghia e uma Variant estacionados com apenas duas rodas na calçada (não havia ainda ciclovias).

Depois do passeio por Ipanema, a família paulista passou por São Conrado, a caminho da Barra da Tijuca. Antes de seguir caminho pelo Joá, almoçaram churrasquinho com batata frita no restaurante Bar Bem, com direito a um pit stop no enorme tobogã que ficava ali pertinho do Hotel Nacional.

Já no Joá, deram uma parada para admirar a construção do elevado de dois andares que muito facilitaria a viagem até o novíssimo bairro da Barra da Tijuca.

No caminho até a Barra, uma parada para ver o tobogã em São Conrado e para ver as obras do elevado do Joá
No caminho até a Barra, uma parada para ver o tobogã em São Conrado e para ver as obras do elevado do Joá (Blog "Cariocadorio"/Arquivo pessoal)

E você? Tem memórias de família que gostaria de compartilhar com a gente? Pode mandar fotos e texto para o e-mail contato@rioantigo.org, que a gente vai adorar receber!

*Daniel Sampaio é advogado, memorialista e ativista do patrimônio. Fundou o Instagram @RioAntigo e é presidente do Instituto Rio Antigo.

**Imagens extraídas do blog Cariocadorio.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

A melhor notícia da Black Friday

Receba VEJA e VEJA RIO impressas pelo melhor preço do ano!

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te oferecer!

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site, edições e acervos digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 29,90/mês
(Melhor oferta do ano!)