Imagem Blog

Bruno Chateaubriand Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Bruno Chateaubriand, jornalista
Continua após publicidade

Quadra do Salgueiro é considerada, por especialistas, a melhor do carnaval 

Júri elege o endereço perfeito para se curtir um bom samba antes do carnaval

Por Bruno Chateaubriand Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 24 jan 2023, 19h20 - Publicado em 24 jan 2023, 12h27

Faltando menos de um mês para o carnaval, a nossa coluna resolveu realizar uma pesquisa: qual a melhor quadra de escola de samba do Rio de Janeiro? 

Para um sambista raiz, o desfile na Marquês de Sapucaí é a finalização de um espetáculo, é o momento de realização de um ano de trabalho, que começa nas quadras e nos barracões. Nas quadras, no entanto, são ensaiados diversos segmentos do espetáculo. Bateria, baianas, casais de mestre-sala e porta-bandeira, alas da comunidade, passistas, puxadores. Tudo é amadurecido, ali, onde, dançando e cantando nossos artistas movimentam verdadeiros templos de resistência cultural do nosso carnaval. 

Os verdadeiros protagonistas da Sapucaí podem ser encontrados o ano inteiro em cada um dos endereços das doze agremiações do grupo especial e nas quinze quadras da série Ouro.

Pensando em ouvir especialistas, nossa coluna resolveu criar esse prêmio, e este colunista resolveu abster-se da votação e apenas recebeu os votos.

Convidamos frequentadores que conhecem a evolução de cada endereço, que frequentam quadras há décadas. Cada componente do júri enumerou três quadras, dando um voto para a melhor quadra, que valeu 30 pontos na contagem, um segundo, com 20 pontos e um terceiro lugar, com 10 pontos. 

Os critérios de avaliação foram individuais, mas foi levado em consideração aspectos como: respeito às tradições do samba, posicionamento da bateria na quadra, acústica e receptividade. Onze quadras foram votadas, o que demonstra uma variação de gostos e possibilidades.

Continua após a publicidade

A grande vencedora foi a quadra da Acadêmicos do Salgueiro, seguida por Mangueira e Portela, que completaram o pódio. 

Para integrar o júri foram convidados, a professora e carnavalesca Maria Augusta, o apresentador da TV Globo no carnaval Milton Cunha, o escritor e autor Alberto Mussa, a pesquisadora e escritora Rachel Valença, o ator, produtor e pesquisador Haroldo Costa, o mestre de bateria Odilon, o jornalista e escritor Leonardo Bruno, o apresentador do bar apoteose e produtor Alex Cardoso, o  professor e pesquisador Felipe Ferreira, a professora e pesquisadora da cultura afro-brasileira Helena Theodoro, a cantora e sambista Dorina e o professor de casais de mestre-sala e porta-bandeira, mestre Manoel Dionísio.

Vamos ao resultado:

1º lugar – Salgueiro – 220 pontos.

Rua Silva Teles 104, Andaraí.  @salgueirooriginal

Continua após a publicidade

2º lugar – Mangueira 120 pontos.

Rua visconde de Niterói 1072, Mangueira.  @mangueira_oficial

3º lugar – Portela 110 pontos. 

Rua Clara Nunes 81, Madureira. @oficialportela

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.