Imagem Blog

Beira-Mar

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro
Continua após publicidade

Fernando Gabeira entrega saída para a crise no Brasil

Leia na coluna Beira-mar

Por Daniela Pessoa Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 21 abr 2017, 14h00 - Publicado em 21 abr 2017, 14h00

O livro Democracia Tropical, de Fernando Gabeira, nasceu das anotações do ex-­deputado federal sobre o caminho percorrido pela democracia brasileira desde o movimento das Diretas Já até hoje. VEJA RIO conversou com o escritor sobre a obra, recém-lançada pelo selo Estação Brasil, da editora Sextante.

O que aconteceu com o Brasil, afinal? As promessas nas primeiras eleições diretas acabaram traídas pela corrupção. Em 1989, a gente tinha o Collor, de direita, que iria acabar com os marajás, e o Lula, de esquerda, um homem que traria ética para o país. Hoje, os dois enfrentam processos.

Qual é a saída? A visão que tenho para o futuro é o parlamentarismo e o voto distrital misto. Sei que não dá para fazer todas as mudanças necessárias agora, em momento de crise, mas o que poderia ser feito desde já é reduzir o número de partidos políticos.

O que acha da Operação Lava-Jato? Acho extremamente eficaz. Não aprovo o vazamento de conversas particulares nem liberalismos como a conversão da prisão da mulher do Cabral em regime domiciliar, mas a operação é um marco na história do país. Falta só acabar com o foro privilegiado.

Alguma denúncia o surpreendeu? Muitos pontos das delações eu já conhecia, mas fiquei espantado com o nível internacional de coordenação do esquema e com a quantidade de indícios contra Serra e Aécio.

Continua após a publicidade

É possível ser ético na política? O sistema é perverso e tornou muito difícil uma renovação ética. Mas o que distingue um político do outro é a capacidade de reconhecer seus erros e repará-los. Eu já errei quando paguei uma passagem para a minha filha. Revi minha atitude e devolvi o dinheiro.

A esquerda ainda tem jeito no Brasil? Acabei de voltar da fronteira com a Venezuela, onde visitei os refugiados do socialismo pressionados pela fome e pela falta de perspectiva. Essa é a realidade, mas a esquerda parece daltônica, não enxerga os fatos. Cansei de discutir com eles.

O senhor tem candidato para as próximas eleições? Não tenho, e definitivamente estou fora disso. Não me enfio mais no Planalto.

LEIA MAIS NA COLUNA BEIRA-MAR DA SEMANA:

+ João Vicente de Castro quase engata romance com Alice Wegmann

+ Leandra Leal vai estrear filme de terror que faz uma crítica à saúde pública do Brasil

+ Mariana Ximenes é madrinha de novo cantor da cena pop e vai gravar clipe com ele

+ Presidente do Theatro Municipal comenta crise na orquestra: músicos passando fome

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.