Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Beira-Mar Por Blog Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro

Cartunista Laerte Coutinho e artistas como Fabio Porchat e Alexandre Nero desabafam sobre atentado ao jornal Charlie Hebdo, em Paris

O mundo ficou tão sério que o humor é uma profissão de risco. Com essas palavras rabiscadas em uma imagem postada no Instagram, o comediante Fabio Porchat lamentou, nesta quarta (7), o atentado terrorista à sede do jornal francês Charlie Hebdo, em Paris, um semanário provocador, irreverente e ácido conhecido por publicar charges sobre Maomé. Ao […]

Por Daniela Pessoa Atualizado em 25 fev 2017, 18h22 - Publicado em 7 jan 2015, 23h20
fabio porchat

O humorista Fabio Porchat sobre o atentado à sede do jornal francês Charlie Hebdo: “O mundo ficou tão sério que o humor virou uma profissão de risco”

O mundo ficou tão sério que o humor é uma profissão de risco. Com essas palavras rabiscadas em uma imagem postada no Instagram, o comediante Fabio Porchat lamentou, nesta quarta (7), o atentado terrorista à sede do jornal francês Charlie Hebdo, em Paris, um semanário provocador, irreverente e ácido conhecido por publicar charges sobre Maomé. Ao menos doze pessoas foram mortas a tiros.

“Enquanto houver hipócritas, idiotas e intolerantes, a ousadia, o humor e a crítica de homens raros como Wolinksi [cartunista morto durante o ataque] ainda serão necessários”, escreveu o ator Alexandre Nero, o Comendador da novela Império, em seu perfil no Twitter, citando matéria publicada por um portal de notícias.

Os humoristas Felipe Neto, do canal Parafernalha, no Youtube, e Rafinha Bastos também mostraram indignação nas redes sociais. “É bizarro notar que as reações mais agressivas e violentas do ser humano nascem em defesa de Deus. Sim, Deus. Este que todos dizem que é só amor. O mundo tá louco demais”, escreveu Bastos. Já Neto afirmou que “O caso de Paris é mais um exemplo de até onde é capaz de chegar a intolerância religiosa. Uma lástima pro ser humano”.

Cartunista assim como tantos colegas que faleceram no atentado, Laerte Coutinho alertou em sua página no Facebook: “Esse ataque ao Charlie Hebdo… é evidente que vai beneficiar a extrema direita, que está crescendo na Europa e buscando criar uma cultura de ódio ao estrangeiro. Como no caso do WTC em 2001”.

Mais um dia de uma era, definitivamente, muito triste.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês