Imagem Blog

Barbara Burgos

Por Barbara Burgos, astróloga
Continua após publicidade

Equinócio de Outono – Feliz Ano Astrológico!

O Equinócio de Outono e o ingresso do Sol em Áries marcam o início do Ano Novo Astrológico, onde definitivamente os velhos costumes não tem vez

Por Barbara Burgos Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 21 mar 2022, 14h08 - Publicado em 21 mar 2022, 13h47

O tic tac do relógio separa as nossas horas em 24 pedaços, os nossos dias em 30, os nossos meses em doze e os nossos anos em 365 fatias perfeitamente cronometradas. Despertador para acordar, timer para cumprir uma tarefa ou um esporte, número de mastigações no alimento para que nosso corpo possa crescer saudável. Todo ano um aniversário no mesmo dia e muitas datas especiais para comemorar. Dias marcados para celebrar a partilha do pão entre família (e distribuir uns bons chocolates), para se honrar a mãe, o pai, para lembrar daqueles que se foram. Dias, horas e segundos marcados para tudo. Mas…o que acontece se a gente se sente desconectado deste tempo tão perfeitinho? Nosso corpo é sábio, nossa alma também. Dependendo de onde você mora, consegue sentir a brisa ficando mais fria, o céu mais azul, do azul mais lindo que se pode imaginar. As folhas ficam de outra cor, e nossa vida ganha em cor. E não é por conta da velha máxima de “O ano só começa em março, depois do Carnaval”. É porque há milênios egípcios, babilônios, mesopotâmios observavam o movimento dos astros e utilizavam a contagem solar. E como eu disse que nossa alma é sábia, ela sabe que é o hoje que o jogo começa, então bora botar essa bola em campo e fazer o nosso melhor.

Dependendo de qual canto do globo que você me lê, o Outono ou a Primavera chegaram ontem. Mas, independentemente das coordenadas, o Sol ingressou em Áries, prontinho pra dar aquele fôlego e gás que a gente tanto precisa pra seguir. E eu espero que você tenha tido seu merecido descanso, porque as coisas agora vão acelerar e muito.

Áries, sendo o primeiro signo do zodíaco, representa o início de todas as coisas, a semente que encontra força e luz suficientes para explodir do solo e crescer do broto ao fruto, com resiliência e poder. Signo bastante impulsivo, mas também dono de um dos maiores tinos empreendedores de todos os doze, os nativos muitas vezes, mas muitas mesmo, têm a pressa e a velocidade características de um infante, que tudo quer conhecer, tudo quer ver, mas quer agora, para ontem. Quando não há válvula de escape intelectual para tamanha energia, mando logo para a academia, vai correr, fazer boxe, jogar uma (ou quinze) partidas de futebol. Ariano não nasceu para ficar parado e é nesse momento que o ano e o mundo começam a esquentar e engrenar. É assim todos os anos, podem notar. Logo, ontem, às 12:33, foi dada a largada.

Uma notícia boa para começar: no mapa do ano feito para o horário de Brasília, o Sol está lá no alto, no local mais público possível dentro de uma mandala. Então se estávamos pensando que o país havia perdido relevância no cenário mundial, isto está longe de ser verdade. A casa 10, onde o Sol habita no mapa deste ano, fala muito de onde queremos chegar, assuntos pertinentes à vida pública, onde nada fica escondido ou isolado. Em paralelo a isso, temos como Ascendente do ano brasileiro o signo de Gêmeos, que representa a comunicação em seu estado mais puro, a palavra escrita ou falada, o comércio, as trocas. Tendo seu regente, Mercúrio, na casa 9, que trata entre outras coisas do exterior. Essa falação se espalha mundo afora, o que em alguns momentos seria uma maravilha para o comércio exterior, massss…com Mercúrio em Peixes, onde ele se confunde um pouquinho, esse falatório não custa muito a virar boataria. Se você estava achando que vinha luz no fim do túnel no que tange a veracidade dos fatos, vai ficar para a próxima. Cuide muito bem do que diz e cuide muito bem dos seus ouvidos também. E lembre-se da máxima: “em boca fechada não entra mosca”.

Continua após a publicidade

Uma conjunção esticada deste Sol a Netuno mostra que a pandemia ainda vive, mas com Netuno de mãos dadas a Júpiter, simbolizando fé e cura. Temos, sim, o problema. Mas junto a ele, a solução. Basta estar atenta às melhores medidas para se manter em dia com as suas vacinas, e perto do segundo semestre não falaremos mais nisso. Alívio.

Outro ponto a ser levado em conta é a conjunção entre Marte e Vênus, que já vem caminhando juntos desde a semana passada em Aquário. Marte e Vênus simbolizam a concepção, a criatividade e a energia sexual. Com ambos no livre Aquário e dentro da casa 8, casa do oculto, dos tabus, da morte e renascimento, podemos esperar surpresas na forma como a sociedade encara os papeis masculino e feminino. Tudo que está na 8 não fica debaixo do tapete por muito tempo e, cada recusa em ver a forma como as pessoas encaram estes papeis, encontrará revolta e polêmica aquarianas, que precisa ser dono de si mesmo, que precisa se expressar para as massas e não se conforma com velhos costumes.

Da mesma forma veremos isso ocorrer na lei, pois junto a Vênus também está Saturno que, austero, limita e dá forma a impulsos desenfreados. É possível então dizer que veremos progresso no que tange as leis que regulamentam partilhas, reconhecimento de paternidade, adoções e direitos das mulheres. A inversão dos velhos papeis também serão tema, com homens e mulheres escolhendo viver na sua verdadeira essência com mais tranquilidade. Lembrem-se que atravessar a era de Aquário é um caminho sem volta e que não há motivo para resistir. Quem vive de passado é museu e, como falei antes, cada movimento para trás encontrará a resistência de Urano, que já entendeu há muito tempo que os tempos mudam.

Continua após a publicidade

A Lua Libriana vem na casa 4 este ano em quadratura a Plutão. De novo aqui temas relacionados a família, formação de família, estruturas e moradia literalmente. O Libra, sempre muito diplomático, vai querer mediar os conflitos. Mas existem muitas coisas já latentes entre quatro paredes e que, de novo, não vão ficar escondidos mais. Isso vai desde uma enxurrada de compra e venda no mercado imobiliário até a dissolução de famílias e relações há muito constituídas, daquele tipo que parecia uma rocha e, quando você vê, rompeu. Nada em tempos de Aquário rompe à toa e, por mais que você possa se assustar com a mudança de vida daquele seu amigo tão estável, muita coisa já estava pegando fogo debaixo do tapete dele. E aqui não é caso de ter medo: quem tá de boa numa relação equilibrada e com suas próprias regras está. Quem não estiver sabe do que estou falando e chegou a hora. Não precisa fazer tudo de uma vez, mas é necessário ir se esvaziando daquelas expectativas de 10 anos atrás, aquilo não mais te pertence, só resta renovar, juntos ou não.

E reitero aqui esta necessidade de mudança, porque Urano vem provocando Marte principalmente na semana que se inicia. Se você estava precisando de carvão para fazer a sua locomotiva acelerar, conseguiu. Que melhor semana para dar aquele empurrão do que esta? Desconheço. Escolha fazê-la para que não a façam por você.

Segunda e terça temos dois dias movimentadíssimos, como eu disse, o ano começa com tudo. A Lua entre Escorpião e Sagitário faz aspectos tanto tensos quanto suaves, o que mostra que, mesmo em meio ao caos, há um senso de equilíbrio, quase como se você dissesse “tá doido, mas tá justo”. Lembra das decisões a se tomar? Pois é, excelentes nestes dias, porque quarta, principalmente de tarde, é tempo de ficar pianinho. Mercúrio faz conjunção a Netuno e haja engano gente! É ilusão, disse me disse ou silêncio total no rádio. Segue a sua rotina e não cause maiores intercorrências para não ter perrengue depois e dizer que eu não avisei.

Continua após a publicidade

Vai parecer piada, mas quinta a Lua sai de curso às 9:59 da manhã e só volta às 7 da noite. Então você tem 2 dias para correr uma maratona, e dois para ficar na sua. Sexta a Lua mingua em Capricórnio e, como sempre, chega aquela hora do mês em que fechamos processos. Tá justo.
Um beijo e até semana que vem. Feliz equinócio!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.