STF decide nesta terça (25) liberdade do goleiro Bruno

Procurador-geral Rodrigo Janot quer goleiro atrás das grades

Contratado recentemente pelo Boa Esporte, de Minas Gerais, o goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza, de 32 anos, não sabe se vai continuar solto ou voltar para a prisão. O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar nesta terça (25) a manutenção do habeas corpus pedido pela defesa do jogador.

A Primeira Turma do STF se prepara para analisar a decisão liminar de liberdade concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello deve ser mantida ou revogada.O advogado de Bruno, que vai a Brasília, Lúcio Adolfo da Silva, se mostra confiante em um resultado positivo. “Vou fazer a sustentação. Espero que seja feita a vontade do Supremo. Conto muito com a manutenção da soltura Bruno. Não vejo motivo para ser preso novamente”, afirma.

No dia 20 de abril, o Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitou ao Supremo a revogação do habeas corpus concedido ao goleiro Bruno, ex-Flamengo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s