Sem Forças Armadas, PM do Rio faz operação no Complexo no Lins

Operação da PM não faz parte do conjunto de ações ligadas à intervenção federal no Rio

Policiais ocupam o Complexo do Lins

Policiais ocupam o Complexo do Lins (Reprodução/TV Globo)

A Polícia Militar (PM) faz operação na manhã nesta segunda-feira, 26, no conjunto de favelas do Lins, na zona norte do Rio. Estão sendo empregadas equipes do Batalhão Ações com Cães (BAC), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque (BPChq).

Os policiais já estiveram nas comunidades Camarista Méier e Gambá. Ainda não foram divulgados resultados da ação. O complexo tem uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) desde 2013, que abrange nove comunidades, mas o tráfico resiste.

No fim do ano passado, a PM fez uma série de operações no complexo, em busca de criminosos envolvidos na morte do comandante do Batalhão do Méier (3º BPM), coronel Luiz Gustavo Lima Teixeira, num assalto. Apreenderam drogas e efetuaram prisões.

No 11º dia desde o decreto de intervenção federal da segurança do Rio, a princípio não está programada operação nesta segunda-feira. Também não foram realizadas ações no fim de semana. A última foi na sexta-feira, 23, nas comunidades Vila Kennedy, Vila Aliança e Coreia, na zona oeste.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s