Rio tem 36 policiais assassinados em 2018

O segundo sargento da Polícia Militar Décio Anastácio Nunes, de 52 anos, morreu neste domingo (8), depois de ficar dois meses internado

O segundo sargento da Polícia Militar Décio Anastácio Nunes, de 52 anos, morreu neste domingo (8), no Rio de Janeiro, depois de ficar dois meses internado. Décio e seu irmão foram baleados durante uma ocorrência de roubo de carga no Jardim Bom Pastor, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, em 8 de fevereiro.

Os dois foram socorridos por um motorista de ambulância que passava pelo local e levados para o Hospital Geral da Nova Iguaçu (Posse) e depois transferidos para um hospital da zona norte da cidade do Rio.

Décio, baleado na cabeça, estava em estado grave e morreu ontem. Seu irmão, Marcio Nunes, de 40 anos, continua internado, de acordo com o Disque Denúncia. Esse é o 36º policial que perdeu a vida por causa da violência neste ano no Rio de Janeiro. Outros dois policiais militares morreram neste ano, mas um havia sido ferido no ano passado e o segundo, baleado em outro estado.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s