Policial é baleado em ação para prender assassinos de Matheusa

Agentes da Core estiveram no Morro do Dezoito, em Piedade, na manhã desta segunda (14)

A estudante Matheus Passareli Simões Vieira, conhecida como Matheusa, assassinada em favela do Rio de Janeiro

A estudante Matheus Passareli Simões Vieira, conhecida como Matheusa, assassinada em favela do Rio de Janeiro (Facebook/Reprodução)

Um policial da Core foi baleado em Piedade na manhã desta segunda (14). Atingido na perna, o agente participava de uma operação realizada no Morro do Dezoito.

Com apoio de integrantes da Delegacia de Descoberta de Paradeiros e de um helicóptero blindado, a ação tinha por objetivo localizar os assassinos e os restos mortais da Matheusa Passarelli. Moradores relataram ter ouvido tiros no começo da manhã e confirmaram a presença de militares do exército na região.

Desaparecida desde o começo do mês, a estudante trans teria sido julgada e mortas por bandidos após ter entrado na comunidade. A suspeita da polícia é que o corpo da jovem tenha sido incinerado pelos criminosos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s