Passarela do Samba se prepara para receber provas Olímpicas

A pista exibe um gramado sintético com área de 8 000 metros quadrados — dimensão semelhante ao espaço de jogo do Maracanã

A Passarela do Samba anda pouco propícia às evoluções. É que, desde a última quarta (13), a pista exibe um gramado sintético com área de 8 000 metros quadrados — dimensão semelhante ao espaço de jogo do Maracanã. A nova “roupagem” destina-se a receber as provas de tiro com arco (antigo arco e flecha), na Olimpíada. “O gramado é verde, nos tons claro e escuro. Segundo a orientação que nos foi dada, a diferença cria a sensação de direção”, explica Adriano Gelli, diretor da Sportlink, responsável pela instalação do revestimento. A cobertura da pista de atletismo do Engenhão e o campo no Complexo da Barra voltado para o futebol de deficientes visuais também são da empresa. Os custos, porém, foram bem diferentes. “A instalação no Sambódromo ficou em 445 000 reais, no Engenhão, em 88 000, e, na Barra, em 170 000 reais”, revela Gelli. 

Sincretismo no balcão


Sincretismo no Balcão_Evelyn Kugnel_DivulgaçãoSincretismo no Balcão_Evelyn Kugnel_Divulgação

 (/)

A publicitária Simone Galetol e a advogada Evelyn Kugel, depois de trabalharem em grandes empresas, decidiram que estava na hora de montar um negócio. Mas o quê? Fizeram uma pesquisa de campo e descobriram que na Barra não havia loja de artigos religiosos que contemplasse todas as vertentes. Pronto, nascia assim a Shaday, que oferece produtos ciganos, imagens de santo e livros sobre todas as religiões, entre outros itens. “Atendemos todos os públicos. Até porque todos os caminhos levam a Deus”, diz Evelyn, que é judia. E, para quem quer se aprofundar no  esoterismo, a loja oferece cursos de tarô e numerologia.  

93 000…

… Já se beneficiaram do Programa Academia Carioca da Saúde. Vinculadas à Secretaria Municipal de Saúde e espalhadas pelas praças da cidade, as academias foram instaladas em 2009 com o objetivo de facilitar o acesso às atividades físicas e, assim, melhorar a qualidade de vida da população. Os resultados da iniciativa são animadores. Do total dos participantes do programa, 96% controlaram a pressão arterial, 80% perderam peso e 17% deixaram de tomar medicamentos. No último ano, o número de homens cadastrados aumentou, mas as mulheres ainda são a maioria, com 72%. Quanto à faixa etária, os idosos dominam, com 41%, seguidos por adultos entre 46 e 59 anos. 

Arte na palma da mão


ReproduçãoReprodução

 (/)

Os artistas plásticos que buscam um lugar ao sol já podem comemorar. As empresárias Manuela Seve e Renata Thomé acabam de lançar o aplicativo Alpha’a — um desdobramento do site homônimo, criado em 2014. Nele, artistas podem disponibilizar suas obras e compartilhar a localização de seu estúdio. “Está aberto para qualquer artista. A escolha das obras é feita por curadoria popular. Mensalmente, há votação na plataforma e as vencedoras são produzidas em edições limitadas, emolduradas e comercializadas”, detalha Manuela. O aplicativo é gratuito para iOS e Android, e já conta com mais de 800 trabalhos, com preço que varia de 200 a 450 reais. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s