Operações militares não diminuem violência no Rio

Número de homicídios, roubos de cargas e de veículos nos últimos 30 dias cresceu em relação ao mesmo período de 2016

Operação conjunta da polícia com Forças Armadas em oito comunidades do Rio

Operação conjunta da polícia com Forças Armadas em oito comunidades do Rio (Vladimir Platonow/Agência Brasil)

A quantidade de homicídios, roubos de cargas e de veículos no último mês cresceu em relação ao mesmo período do ano passado. É o que apontam dados fornecidos pela Secretaria de Segurança. A constatação aponta que a presença das Forças Armadas na cidade nos últimos 30 dias não está surtindo o efeito desejado.

Entre 28 de julho e 28 de agosto, 1.756 veículos foram roubados na capital – contra 1112 no mesmo período de 2016. Quando se considera o território estadual, o salto foi de 2568 ocorrências no ano passado para quase 4000 em 2017. Uma das principais preocupações das autoridades, o número de roubo de cargas pulou de 597 para 610 casos registrados.

O único indicador que apresentou melhora foi o de roubo a pedestres. Esse tipo de crime foi 4% menos frequente no Estado no último mês do que na mesma época do ano passado. Entretanto, a capital registrou alta de 4% na quantidade de casos do tipo em 2017 em relação ao mesmo período de 2016.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s