Operação da PF contra roubo de cargas tem 14 presos no Rio

A operação Fórtio tinha por objetivo desarticular uma quadrilha especializada no roubo de caminhões de carga em vias da Baixada Fluminense e da zona norte

Uma operação da Polícia Federal nesta sexta (11) contra o roubo de cargas terminou com o cumprimento de 14 mandados de prisão temporária no Rio de Janeiro. A operação Fórtio tinha por objetivo desarticular uma quadrilha especializada no roubo de caminhões de carga em vias da Baixada Fluminense e da zona norte da capital.

As investigações começaram em janeiro deste ano, depois que imagens da TV Globo flagraram, em dezembro do ano passado, um caminhão roubado sendo descarregado no Complexo do Lins, na zona norte do Rio.

De acordo com o delegado federal Marcelo Prudente, o grupo praticava roubos todos os dias, em especial à noite, principalmente em Belford Roxo, Pavuna, São Gonçalo e ao longo da Avenida Brasil.

“Eles roubavam as cargas mais variadas possíveis: carne, cigarros, cerveja. O que a gente identifica nessa quadrilha, como em outras, é a preferência por produtos de altíssima liquidez [que são vendidos com mais facilidade]. Muitas vezes eles abordam o caminhão e, se a carga for desinteressante, eles o deixam prosseguir”, disse o delegado.

Prudente explicou ainda que as investigações continuam para identificar outros suspeitos e sua ligação com quadrilhas que controlam a venda de drogas em algumas favelas. “Os caminhões são abordados e, normalmente, são conduzidos a uma outra área de ‘segurança’ para esses delinquentes fazerem o transbordo, a descarga do caminhão”.

Também foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão. As medidas judiciais, expedidas pela 38ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, foram cumpridas em endereços do Rio, Duque de Caxias e Belford Roxo.

A ação faz parte da chamada União Rio, que integra órgãos federais e estaduais no combate à criminalidade do Rio. Também participaram da operação, o Ministério Público do estado e as polícias Militar e Rodoviária Federal.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s