Mulher que se disse alvo de estupro mentiu por problema emocional

Jennifer Pereira Andrade foi indiciada por falsa comunicação de crime

 (Fernando Maia/Riotur)

Jennifer Pereira Andrade foi indiciada por falsa comunicação de crime. Na última semana, a cabeleireira havia se declarado vítima de um estupro no condomínio Novo Leblon, na Barra da Tijuca.

De acordo com Jennifer, problemas conjugais a abalaram emocionalmente e a levaram a fazer a falsa denúncia na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá. Na ocasião, a mulher de 31 anos afirmou ter sido raptada por três homens, que a teriam dopado e violentado enquanto ela estava desacordada.

“Achei a história contada por ela estranha desde o primeiro dia”, comentou Adriana Belém, titular da 16ª DP (Barra) que investigava o caso. Ela lembrou que os exames feitos em Jennifer para o laudo não indicavam que a mulher tivesse sido vítima de estupro. Entretanto, a notícia chegou a assustar moradores do bairro da Zona Oeste.

Apesar da falsa comunicação, a violência sexual é um problema real no Rio. Divulgado nesta sexta (04) pelo Instituto de Segurança Pública, o Dossiê Mulher 2018 aponta que 4173 estupros de mulheres aconteceram no Rio em 2017, primeira alta no índice desde 2014.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s