MPRJ instaura inquérito para apurar resultado do carnaval em 2018

Liesa tem 30 dias para esclarecer porque Grande Rio e Império Serrano não caíram

Rio de Janeiro – Desfile da Escola de Samba campeã do Carnaval 2018 na Sapucaí, Beija-flor de Nilópolis (Gabriel Nascimento/RioTur)

Rio de Janeiro – Desfile da Escola de Samba campeã do Carnaval 2018 na Sapucaí, Beija-flor de Nilópolis (Gabriel Nascimento/RioTur) (Gabriel Nascimento/Riotur)

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) tem 30 dias para esclarecer porque Grande Rio e Império Serrano não foram rebaixadas para a série A no carnaval 2018. O Ministério Público estadual (MPRJ) instaurou nesta terça (03) um inquérito para apurar as razões de descumprimento do regulamento do desfile.

O pedido é mais um capítulo de uma novela que se arrasta há mais de um mês. Penúltima colocada no carnaval 2018, a Grande Rio acionou a liga após a divulgação do resultado, alegando que havia perdido pontos por um carro que não chegou a entrar na avenida no desfile. Como a situação não estava prevista no regulamento, a Liesa anunciou em 28 de fevereiro que não rebaixaria nem a agremiação de Caxias nem o Império Serrano, 13º colocado, alterando o que estava previsto originalmente.

De acordo com a portaria do MPRJ que instaurou o inquérito, a decisão da Liesa pode ter frustrado o direito à informação do consumidor e a transparência da competição. Apesar de ser uma organização privada, a liga financia os desfiles com recursos cedidos pelo Poder Público e oriundos da venda de ingressos, o que faz com que a entidade tenha de ser clara em relação aos produtos e serviços que oferece. Vale lembrar que, em 2017, acidentes com carros alegóricos do Paraíso da Tuiuti e da Unidos da Tijuca já haviam levado a Liesa a descumprir o regulamento original da disputa e não rebaixar ninguém.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s