MP investiga regalias de Cabral na cadeia

Ex-governador será punido caso fique comprovado que pagou funcionários públicos pelas mordomias

As regalias desfrutadas na cadeia pelo ex-governador Sérgio Cabral estão sendo investigadas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. Até sexta (1), o órgão avaliará mais de dez mil horas de imagens de 16 câmeras que flagraram privilégios de Cabral quando estava na cadeia pública Petrolino Werling de Oliveira (Bangu 8), no Complexo de Gericinó.

Na semana passada, foram apreendidas iguarias como camarões e bolinhos de bacalhau que seriam entregues por restaurantes da Zona Sul carioca na nova prisão de Cabral, a Cadeia Pública José Frederico Marquês, em Benfica. A investigação de tais entregas será finalizada hoje e servidores públicos podem perder o cargo caso o envolvimento seja comprovado.

Os processos serão encaminhados ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal e responsável pela Lava Jato no Rio, e também ao juiz Guilherme Schilling Pollo Duarte, da Vara de Execuções Penais.

De acordo com o MP, há também a apuração da instalação de uma cinemateca, avaliada em R$ 23 mil, no presídio de Benfica. No entanto, de acordo com a Promotora, Cabral só pode ser punido por privilégios se ficar comprovado que pagou funcionários públicos pelas benesses.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s