Morte de Marielle Franco aquece debate sobre as eleições de 2018

Levantamento da FGV registrou 257 mil publicações relacionando presidenciáveis à vereadora do Rio assassinda

Um levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV) constatou 80,9 mil publicações com menção aos nomes da vereadora e de Jair Bolsonaro ou seus filhos entre 14 a 21 de março. O deputado federal foi o único pré-candidato à Presidência da República que não se manifestou sobre o crime. O ex-presidente Lula teve o nome mencionado 44,2 mil vezes em associação ao da parlamentar, seguido pelo presidente Michel Temer, citado em 34,4 mil publicações.

Contudo, os pré-candidatos Guilherme Boulos e Manuela D’ávila causaram impacto proporcional maior e estimularam seguidores a divulgar mensagens positivas em relação a Marielle. Cerca de 40% das 19,7 mil postagens sobre Boulos, de 14 a 21 de março, faziam referência à colega de partido, contra 23,2% das 28,8 mil publicações sobre a presidenciável do PCdoB.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s