Ministério do Esporte é o novo responsável pelo Parque Olímpico

O objetivo inicial era que o Parque Olímpico fosse administrado por meio de uma parceria público-privada (PPP), mas o projeto não foi para frente

A prefeitura do Rio transferiu nesta sexta (23) a gestão das arenas esportivas do Parque Olímpico da Barra, na zona oeste da cidade, para o governo federal. Pelo acordo de cessão, o Ministério do Esporte passa a ser responsável pelas Arenas Cariocas 1 e 2, o Centro Olímpico de Tênis e o Velódromo. A pasta também vai custear a desmontagem do Estádio Aquático.

A Arena Carioca 3 continuará sendo administrada pela prefeitura do Rio, que pretende transformá-la em uma escola de ensino integral. A ideia é fazer que o complexo esportivo faça parte da rede nacional de treinamentos de atletas de base e de alto rendimento e tenha uso compartilhado por projetos sociais e eventos.

O objetivo inicial era que o Parque Olímpico fosse administrado por meio de uma parceria público-privada (PPP), mas o projeto não foi para frente. Para o prefeito do Rio, Eduardo Paes, a licitação não deu certo pelo fato de o momento ser de fim de governo e pela crise econômica no Brasil. “Com essa coisa de fim de governo, o setor privado fica inseguro se o próximo prefeito vai de fato querer manter”, acrescentou.

+ Começa a venda de passaportes anuais para o zoológico do Rio

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, disse não saber ainda de quanto será a conta para o governo federal. Ele afirmou que o custeio das arenas esportivas será levantado nos próximos 30 dias. “Vamos buscar medidas para baratear essa conta”, afirmou Picciani, que garantiu que o Ministério do Esporte tem os recursos em orçamento para a manutenção dos equipamentos.

Picciani prevê que, até o primeiro trimestre do ano que vem, os equipamentos do Parque Olímpico voltem a funcionar. “Decidimos assumir [as arenas esportivas] porque é um legado para a população e a indecisão colocaria em risco esses equipamentos. Não entendemos isso como um custo, mas como um investimento no esporte brasileiro para preparar melhor os nossos atletas”, explicou.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s