Livro narra mudanças na Floresta da Tijuca

Parte da coleção Biblioteca Rio450, o livro fala sobre os trabalhos que mudaram para sempre a fisionomia do parque florestal 

Escrita nos anos 60 pelo empreendedor e amante das artes e dos esportes Raymundo Ottoni de Castro Maya, a obra A Floresta da Tijuca está de volta às livrarias em nova edição, colorida e comentada. Parte da coleção Biblioteca Rio450, o livro narra os trabalhos que mudaram para sempre a fisionomia do parque florestal, implementados especialmente na década de 40 do século passado. Na capa está uma ilustração do pintor alemão Johann Moritz Rugendas que mostra a beleza e a imponência da Cascatinha da Tijuca no século XIX, observada por dois turistas enquanto escravos espalham café num terreiro. O urbanista Pedro da Cunha e Menezes assina os textos adicionais da nova edição. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s