Justiça afasta Aspásia Camargo de conselho da prefeitura

Ex-vereadora já ocupa um cargo público municipal e não poderia ser conselheira

O Desembargador Luiz Felipe Francisco, da 9a. Câmara Cível do Tribunal de Justiça suspendeu a nomeação de Aspásia Camargo do Conselho de Administração da CDURP (Companhia de Desenvolvimento da Região do Porto). Por ocupar um cargo na Prefeitura, o de subsecretária municipal de Planejamento e Gestão Governamental, Aspásia não pode fazer parte de nenhum conselho de empresa pública.

A ação foi mais uma movida pelo advogado Victor Travancas que já entrou na justiça diversas vezes contra a Prefeitura. O advogado foi responsável por pedir a exoneração e o impedimento do filho de Marcelo Crivella de participar da administração municipal e o fim dos supersalários para alguns funcionários que ganhavam acima do teto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s