Ivete e outras famosas protestam contra vídeo machista na Rússia

Daniela Mercury, Leandra Leal e Taís Araújo foram algumas das personalidades que se manifestaram

Artistas brasileiras usaram as redes sociais nas últimas horas para manifestar revolta com vídeos gravado por brasileiros na Rússia. No filmes, os torcedores induzem mulheres do país-sede da Copa a dizer frases de conotação sexual.

“Lamentável que muitos de um mesmo grupo participem desse papelão machista”, escreveu Ivete Sangalo ao publicar imagens nas quais, pelo menos, quatro brasileiros em volta de uma loira gritam “essa é bem rosinha”, numa alusão à genitália da torcedora. Daniela Mercury classificou a situação como nojenta, patética e asquerosa. “Parece que ainda vivem na Idade Média”, comentou a cantora. “Criem vergonha na cara!”, exigiu a atriz Sophie Charlotte.

De acordo com sites de notícia, um dos homens filmados é Diego Valença Jatobá. O advogado é ex-secretário de Turismo, Esporte e Cultura de Ipojuca, município na Região Metropolitana de Pernambuco. Na segunda (18), a OAB-PE publicou uma nota de repúdio em relação ao caso em seu perfil no Instagram.

Confira publicações de famosas sobre o caso na internet:

View this post on Instagram

O vídeo viralizado dos torcedores machistas representa muito além de machismo, racismo…tanta nojeira junta. Já ouvi de homem q não gosta de pretinha porq é nojento, prefere a rosinha q é premiada. O cúmulo do absurdo 🤢😡. #Repost texto da jornalista @belareis ・・・ Eu li várias coisas sobre o "buceta rosinha", sobre como o futebol é machista, a cultura do estupro e sobre o nível de objetificação de reduzir uma mulher a sua vagina. Mas eu não vi ninguém falar sobre o racismo que existe nessa idealização das partes do corpo feminino. Eu vou falar isso de forma muito explícita porque não existe outra possibilidade. Quando um homem escolhe uma mulher porque a buceta ou os mamilos dela são rosinhas, ele está excluindo do radar todas as mulheres negras que têm buceta e mamilos castanhos, beges, escuros. Quando você limita suas parceiras pela cor da buceta, você desconsidera qualquer tipo de relacionamento com mulheres negras. E isso é grave, porque não é só preferência pessoal, é o comportamento de toda uma população. Segundo o último CENSO (2010), 49% da população branca estava solteira. Contra 60% dos pretos e 61% dos pardos. Isso acontece porque os brancos se escolhem (74,5% dos brancos escolheram parceiras brancas e somente 20% pardas e 3% pretas), mas os pretos, não (39% dos homens pretos estão com mulheres pretas, 32% com pardas e 26% com brancas). Os números sintetizam a solidão da mulher negra. A ideologia do embranquecimento implementada no Brasil deixou de herança a busca consciente ou subconsciente por parceiros brancos. Quanto mais branco, melhor. Quanto mais rosa a buceta, melhor. O problema não é por quem você se apaixona perdidamente durante a vida. O problema é quando você limita seu olhar, seu interesse, seu like no Tinder, seu primeiro beijo pela cor de uma buceta. Isso é o racismo atuando no âmago, no subconsciente, na construção social. Você pode ser muito feliz ao lado de uma mulher que não tenha uma buceta rosa, mas você só vai saber se parar de limitar seus relacionamentos pela cor de uma vagina. #NÃOFOISÓMACHISMO #machistasnãopassarão #machismo #machismonacopa #racismo #empoderamentofeminino #mulher #igualdade #educação

A post shared by Quitéria Chagas (@quiteriachagas) on

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s