Instituto Nacional de Educação de Surdos completa 160 anos

A instituição, ligada ao Ministério da Educação, foi fundada por dom Pedro II e hoje abriga 418 alunos

Por influência do educador francês Ernest Huet e sob a supervisão do marquês de Abrantes, o imperador dom Pedro II fundou o Colégio Nacional para Surdos-Mudos há 160 anos. Ao longo do tempo, a instituição mudou de nome — a designação Instituto Nacional de Educação de Surdos surgiu nos festejos do centenário, em 1957 — e de casa. O atual endereço, na Rua das Laranjeiras, foi ocupado em 1881, mas a construção imponente, que sobressai ainda nos dias de hoje, só viria a ser levantada em 1915 (a foto acima é de 1926). O projeto, de inspiração renascentista, foi concebido pelo francês Gustav Lully. A instituição, ligada ao Ministério da Educação, abriga 418 alunos e iniciativas instigantes, como, em recente parceria com a Roquette Pinto Comunicação Educativa, o desenvolvimento do aplicativo Primeira Mão, que transmite notícias em Libras e audiodescrição.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s