Ilha das Flores tem museu da imigração com exposição multimídia

Centro de Memória da Imigração tem vista privilegiada do Cristo e o Pão de Açúcar

 (Centro de Memória da Imigração da Ilha das Flores/Divulgação)

Estima-se que mais de meio milhão de estrangeiros tenham chegado ao Brasil passando pela hospedaria que, ali instalada, funcionou de 1883 a 1962. Bem preservado, o conjunto arquitetônico do fim do século XIX hoje abriga o Centro de Memória da Imigração da Ilha das Flores. À beira da BR-101, na altura de São Gonçalo, o espaço, mantido pela Marinha, com monitores e museólogos da Uerj, exibe atraente exposição multimídia. O passeio vale a pena: além de aprender sobre viajantes que vieram ao Brasil atrás de uma vida melhor, os visitantes curtem a vista estonteante para o Cristo e o Pão de Açúcar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s