Igreja de São Francisco da Prainha é restaurada e reaberta

Em 2004, a Defesa Civil fechou o local por causa da má conservação da sua estrutura

O Porto Maravilha não apenas modernizou a Zona Portuária; o projeto também se preocupou com a preservação da história da região. Foi o caso da Igreja de São Francisco da Prainha, na Saúde, construída em 1696 e doada, oito anos depois, à Ordem Terceira de São Francisco da Penitência. Em 1710, no entanto, durante a invasão francesa, as tropas de Jean-François Duclerc (1670-1711) ficaram encurraladas entre a capela e um armazém. Para vencer o inimigo, o então governador Castro Morais (1653-1738) mandou incendiar os dois prédios. Apenas em 1740 uma nova capela foi construída. Mas, em 2004, a Defesa Civil fechou a igreja por causa da má conservação da sua estrutura. Tombada pelo Iphan e devidamente restaurada, ela foi reaberta em julho. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s