Espaços de trabalho compartilhados viram moda na cidade

Solução para quem não quer investir em local próprio, estações são alvo das empresas especializadas em locação

Sinal dos tempos: após a onda de temakerias, iogurterias e redutos de cerveja artesanal, parece ter chegado a vez do coworking. Solução para profissionais que não querem, não precisam ou não podem investir em escritório próprio, as estações de trabalho são o alvo das empresas especializadas em locação. A CO.W., de Joinville, passará a ocupar, em novembro, parte da Livraria Cultura, na Rua Senador Dantas (foto acima). Até o primeiro semestre de 2018, a Workhäuss atravessará a ponte aérea com a proposta inusitada de oferecer lugar nos horários ociosos em restaurantes e cafés com preços mais em conta — a partir de 150 reais por mês. As duas enfrentarão um gigante multinacional. A WeWork deve abrir uma unidade no Centro em dezembro e outras duas, em Botafogo e Ipanema, no início do ano que vem.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s