Da passarela para as ruas: tendências do outono carioca

Entre as peças que farão a cabeça da mulherada estão franjas, coletes, calças flare e até pochete. Confira

Desde a última semana, dias nublados e chuvosos têm feito parte da rotina dos cariocas. É que, como diria Tom Jobim, as águas de março estão fechando o verão e trazendo o clima ameno do outono para a cidade. A partir deste domingo (20), início oficial da estação, franjas, coletes, calças flare (aquelas com a boca larga) e saias de comprimento midi passam a compor o look dos mais antenados em moda. Com a ajuda de um time formado por diretores de criação e estilo, VEJA RIO selecionou algumas tendências já estampam algumas vitrines. 

+ Aplicativos de edição de imagens para deixar suas fotos incríveis

Anos 70

– André Carvalhal, head de Marketing e Conteúdo da Farm, diz que o folk, inspirado nos anos 1970, volta com tudo na coleção e pode ser visto na calça flare estampada e nas franjas no couro e no suede.

– Na versão de mini bag da Redley, a nossa velha conhecida pochete ganha franjas. A peça é uma 2 em 1 fixada em um cinto para ser usada no quadril.

– As franjas, queridinhas há algumas temporadas, ganharam autoridade na coleção da Animale com sobreposições de overtop chamois nos vestidos fluidos no estilo boho. Elas aparecem em acessórios, como bolsas e sapatos, e ganham destaque em coletes, saias e vestidos.

 – O colete é uma das grandes apostas da Mercatto. Yamês Reis, diretora de criação da marca, explica que a peça aparece em versões diferentes: sarja militar, tricot, alfaiataria, jeans. E pode ser mais alongado, chegando até ao comprimento maxi. A peça é uma boa opção para o frio ameno brasileiro, além de ser versátil, podendo ser usada com saias, vestidos, shorts e calça skinny.

– Para Thais Gomes, estilista da Wollner, a gola alta é tendência tem pegada esportiva e solta. Uma combinação possível é o cropped gola alta com a pantacourt, que cria uma silhueta harmoniosa. Nos pés, vale investir em um sapato mais pesado.

+ Peças laranjas caem bem em todos os tons de pele 

Cores

CORESCORES

 (/)

– Listras: Carla Cavendish, dona da marca, elegeu as listras como uma super tendência do inverno 2016. Ela aparece em calças, saias, vestidos e casacos, ora com ares de alfaiataria, ora com uma pegada esportiva. Versátil, é a estampa ideal para tirar qualquer look de inverno do óbvio.

– Branco: Na Iódice e na FYI, a cor é predominante, mas na cartela surgem também tons terrosos como o militar, laranja, tijolo e azul petróleo e preto. Os acessórios acompanham as tendências em peças de metal com banhos ônix, além das misturas de materiais como couro liso, camurça, pelo e acrílico. Bota em couro com três cores traz um toque de modernidade destoando do romântico da coleção. 

– Jeans: Adriana Zucco, da Colcci, aposta na jaqueta clássica de modelagem boyish de jeans. A peça é despojada, super cool, cheia de lavagem e puídos, coringa pra vários looks e indispensável no guarda-roupa de outono-inverno. 

– Lurex: Thatiana Amorim, diretora de estilo da Dress to, acredita no sucesso do lurex e do brilho em assessórios para compor o visual.

+ Dez penteados práticos e estilosos para mudar o visual

Cortes


CORTESCORTES

 (/)

– Maria Rita Magalhães Pinto, diretora criativa da Ateen, diz que os recortes estão com tudo desde que apareceram nos desfiles de Yves Saint Laurent. Eles serão observados tanto nos ombros como em vestidos, calças, saias de couro.

– Outro modelo que se apropria dos cortes é a saia pespontada que, além de ser feminina, tem o charme retrô dos anos 50.

– Saia Midi: A peça é verátil e pode ser usada de forma chique ou despojada, seja com cintura alta e top cropped ou deixando o cós mais baixo e apostando na t-shirt oversize por cima.

– Maxi-Tee: A camisa longa pode ser usada com legging, shorts, salto ou tênis em versões mais glam ou no dia a dia.

+ Calça pantacourt é tendência entre as cariocas

Para os Homens


Reserva Anos 70Reserva Anos 70

 (/)

Principal tendência para as mulheres, roupas inspiradas nos anos 1970 integram também as vitrines das grifes masculinas, como a Reserva. O diretor de estilo da marca, Igor de Barros, diz que a estampa liberty é outra tendência quase clássica.  Os homens verão também o moletom com força total nas ruas. Marcella Mendes, diretora criativa da Foxton, diz que o moletom está voltando com tudo, seja em malharia, alfaiataria, lavagens diferenciadas ou estampa digital.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s