Construtora que deveria pagar a prefeitura interrompe repasses

Calper Engenharia foi acusada de aterrar uma rede de canais para construir o condomínio que alojou os jornalistas nos Jogos Olímpicos

O episódio de descaso da prefeitura do Rio e da Calper Engenharia com o Museu Casa do Pontal parecia estar superado em junho de 2016, quando teve início a construção da nova sede da instituição. Acusada de aterrar uma rede de canais para construir o condomínio que alojou os jornalistas nos Jogos Olímpicos — e com isso provocar frequentes enchentes no museu —, a construtora fechou acordo em que custearia a obra em troca do abatimento de uma dívida com o município. Os repasses, no entanto, foram interrompidos quando faltavam 30% para a conclusão do serviço — a Calper alega que não tem mais recursos. A prefeitura, por sua vez, diz que entrará com uma ação contra a empresa e que concluirá as obras em 2018.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s