Chuvas atingem Petrópolis mais uma vez

Dentre as duas ocorrências, uma era sobre a terra que deslizou na rua do Palácio Quitandinha

A prefeitura de Petrópolis, na região serrana do Rio, registrou duas ocorrências durante a madrugada desta quarta (21) devido às chuvas que atingiram o município nas últimas horas. De acordo com a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias os casos foram de uma manilha que estourou na Vila Ana Maria Gall Bull, no Castelânea, e um deslizamento de terra na Rua Itaboraí, onde fica o Palácio Quitandinha, sem atingir o imóvel.

Nas últimas 24 horas, choveu 50 milímetros na Vila Felipe, sendo o maior índice pluviométrico, seguido pela Rua 24 de Maio, com 32 milímetros (mm) no mesmo período. Neste momento, a cidade está em estágio de vigilância.

Ontem (20), por volta das 14h30, um raio provocou a queda de uma árvore nos jardins da Secretaria de Educação. Ao cair, a árvore derrubou dois postes. Três carros que passavam pelo local no momento foram atingidos. Ninguém ficou ferido. A Secretaria de Meio Ambiente havia avaliado a árvore no ano passado e ela estava saudável.

A Defesa Civil registrou ainda alagamento nas Ruas Montecaseiros e 7 de abril. O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) emitiu aviso sobre o transbordamento do rio Quitandinha, na altura da Coronel Veiga, e a Guarda Civil foi acionada para controlar o trânsito. A pista ficou fechada por 10 minutos por medida de segurança.

A previsão da meteorologia é de novas pancadas de chuva para hoje e para o restante da semana. A secretaria orienta à população a ter atenção em função dos acumulados que deixam o solo encharcado.

De acordo com o secretário de Defesa Civil, Renato Vaz, “é fundamental que a população que vive em uma área de risco tenha atenção redobrada, já que existe a previsão que a chuva continue ao longo do dia. Os moradores devem ligar para o 199 e informar caso tenham alguma ocorrência”.

Sirenes

Todos os 20 conjuntos de sirenes do Sistema de Alerta e Alarme da cidade estão funcionando normalmente. Técnicos da Defesa Civil acompanharam os índices de chuva durante toda a madrugada. Os equipamentos não foram acionados já que os índices pluviômetros não atingiram os protocolos necessários.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s